Rondonópolis

Sessão Solene homenageará personalidades de Rondonópolis

Publicado

A Câmara Municipal de Rondonópolis realiza amanhã (14) às 19h00 no Plenário Ulysses Guimarães da instituição a 9ª Sessão Solene, e esta foi requerida pelo vereador Juary Miranda (SD) onde homenageará diversas personalidades do município entregando honrarias de Moções de Congratulações.

Serão entregues cerca de 90 honrarias a pessoas do município que prestaram relevantes trabalhos à cidade, são membros de clubes de serviço, servidores públicos, moradores da zona rural, e pioneiros que há mais de 40 anos estão ajudando a construir a cidade.

“A cidade não é construída só pelo prefeito, vice-prefeito, os 21 vereadores e o secretariado, é construída por uma população, e nós estamos buscando homenagear e não chega nem a meio por cento do que eles fizeram por Rondonópolis, e pra mim é uma honra muito grande homenagear essas pessoas”, disse o vereador.

Veja Mais:  Câmara Municipal de Rondonópolis segue sem atendimento presencial

Rondonópolis

Comércio de Rondonópolis abrirá neste sábado após solicitação de sindicatos

Publicado

Foto: Assessoria

O Comitê de Gestão de Crise do município de Rondonópolis se reuniu, na manhã desta quinta-feira (06/08) e entre as medidas debatidas e aprovadas a abertura do comércio em geral neste sábado (08/08) véspera do Dia dos Pais até as 20 horas. A concessão ocorreu após solicitação do Sindicato do Comércio Varejista de Rondonópolis (Sincomroo) e do Sindicato dos Empregados no Comércio de Rondonópolis (Secro).

O presidente Sincomroo, Geovane dos Reis Salles explica que juntamente com representante do sindicato dos empregados do comércio demostraram ao prefeito José Carlos do Pátio com dados e de forma técnica, o que representará a abertura do comércio na véspera de uma data tão importante. “É de conhecimento de todos que em véspera de data comemorativa, o movimento do comércio tem um acréscimo considerável e neste domingo teremos o Dia dos Pais e a fim de diminuir a aglomeração de pessoas, na quinta e sexta-feira, nos reunimos com o prefeito para detalhar a situação e ele se mostrou sensível ao momento vivido pelo setor e os trabalhadores do comércio”, disse.

Para reforçar o pedido de abertura, o presidente do Secro, Lucas Gonçalves expôs ao chefe do executivo as dificuldades passadas pelos comerciários neste momento de pandemia. “Temos uma data importante pela frente, não que resolverá a situação que vivemos, mas dará um pequeno fôlego para o empresário e assim conseguir manter aquele funcionário que está afastado ou deixar de demitir mais pessoal, então é de fundamental importância esta abertura”, ponderou.

Veja Mais:  Cras Cidade Alta passa por reforma para melhor atender os usuários

O presidente da Câmara de Vereadores de Rondonópolis, Claudio da Farmácia (MDB) ressalta que todo o processo deve ser feito com responsabilidade e seguindo as normas e regras estabelecidas pelo Comitê de Gestão de Crise. “Nós estamos passando por um período de pandemia e todos temos que fazer a nossa parte e destaco que o setor do comércio local é parceiro neste sentido, fazendo o trabalho para que as pessoas não aglomerem nos estabelecimentos nos dias que antecedem o Dia dos Pais”, comentou.

Dentro do exposto, o prefeito José Carlos do Pátio (SD) encaminhou para o Comitê de Gestão de Crise, a demanda das entidades patronal e laboral do comércio de Rondonópolis, que após deliberação autorizou a abertura neste sábado. “A reunião com o setor do comércio me deixou muito sensibilizado e desta forma nós levamos a proposta para o comitê que aprovou o pedido para a abertura do comercio”, finalizou.

A proposta também solicita um estudo para que o comércio abra nos próximos sábados, e assim desta forma reduzindo ainda mais os impactos econômicos do setor durante o período de pandemia.

Continue lendo

Rondonópolis

Prefeitura investe recurso do auxílio aos municípios conforme prevê a legislação

Publicado


.

Com os reflexos negativos da pandemia do novo coronavírus no Brasil, ainda no primeiro semestre desse ano, o governo federal lançou um plano de socorro financeiro aos estados e municípios com a publicação da lei complementar 173/2020. Para Rondonópolis está previsto o repasse de R$ 60,8 milhões, para que o município possa recuperar as perdas causadas pela queda na arrecadação.

“Os projetos de lei 250 e 251 que estão tramitando na Câmara somam R$ 30.409.892,90 valor que está categorizado como parte do recurso que deve ser investido na redução dos efeitos financeiros causados pela pandemia, conforme inciso 2 do artigo 5 da Lei Complementar 173. Ou seja, essa parte do recurso serve para cobrir as perdas que o município sofreu na arrecadação”, explica o secretário de Planejamento e Coordenação Geral, Rafael Mandracio Arenhardt. 

O valor refere-se ao repasse da terceira e quarta parcela, agosto e setembro, do auxílio aos municípios e tem proposta de alocação no orçamento da seguinte forma: 72,3% para pagamento de servidores e terceirizados, 19,7% para o setor da saúde (remuneração e outras despesas), 7,15% para juros e encargos da dívida fundada Municipal e apenas 0,8% para demais despesas.

O secretário reforça que, como essa parte do auxílio serve como um socorro ao município para conter os reflexos econômicos causados pela pandemia, não precisaria ser gasto na saúde, mas a administração municipal reconhece a urgência e a necessidade de investimentos, alocando quase 20% para a saúde.

Veja Mais:  Ações da Prefeitura reduzem indicadores de contaminação por coronavírus na cidade

As duas parcelas do inciso 1 do artigo 5 da Lei Complementar 173, que é referente ao recurso destinado especificamente no combate à pandemia, cerca de 1,6 milhões, já foram alocados orçamentariamente na ação de combate à pandemia, conforme determina a legislação, orientado pelo Tribunal de Contas, para fazer gestão dos recursos que estão chegando para o combate da pandemia.

Continue lendo

Rondonópolis

Cai o número de casos de dengue em Rondonópolis

Publicado

Foto: Divulgação

Rondonópolis registrou queda no número de casos confirmados de dengue, doença transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, nos últimos três meses deste primeiro semestre.

A informação foi confirmada ao Portal MT nesta quarta-feira (04) pela gerente do Departamento de Saúde Coletiva do Município, Gil Machado.

Segundo os dados divulgados pela gerente, foram confirmados no município de Janeiro a Julho, 1208 casos de dengue e 1 óbito.

 Os meses de Janeiro e Fevereiro foram os mais críticos, pois o inseticida para combater o mosquito ocorreu o atraso no envio pelo governo federal, chegando  no inicio do mês de março. Os protocolos não permitem que o município compre o produto, somente o governo federal faz as liberações.

Já com a estratégia  de ampliação e combate ao mosquito Aedes Aegypti nos bairros no mês de abril, com aumento da área de aplicação de inseticida com fumacê, no segundo trimestre caiu significativamente os números.

Veja os números:

Mês Casos
Janeiro 116
Fevereiro 243
Março 307
Abril 280
Maio 131
Junho 93
Julho 38

“Com nossas ações de mapeamentos, ampliação nas estratégias de combate ao Aedes Aegypti em parceria com a Unidade de Controle de Zoonoses (UCZ) conseguimos reduzir significativamente os números de casos de dengue no município. Mas é importante a população se cuidar, período das chuvas acabou, mas estamos no período da seca, onde o mosquito buscará abrigo nos locais onde estão com água parada. Por isso têm que se manterem as limpezas nos quintas das casas para evitar a proliferação do mosquito”. Disse Gil Machado.

Veja Mais:  Cai o número de casos de dengue em Rondonópolis

Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana