Carros e Motos

Veja 7 acessórios de carros mais procurados nas lojas atualmente

Publicado

Uma infinidade de acessórios de carros pode ser encontrada nas mais diversas lojas de materiais automotivos
Divulgação

Uma infinidade de acessórios de carros pode ser encontrada nas mais diversas lojas de materiais automotivos

Seja por necessidade ou pelo simples prazer de deixar seu carro do jeito que você gosta, há vários tipos de acessórios de carros à venda nas lojas. Uns oferecem praticidade, outros segurança e há os que só contribuem para uma pitada a mais de charme mesmo. O ponto é que há tantos itens por aí que escolher entre um e outro acaba por se tornar uma tarefa difícil muitas vezes – ainda mais quando eles atendem a todos os gostos… Logo, confira 7 deles que estão em alta, bem como seus prós e contras.

1- Faróis de LED

Os LEDs bons são acessórios de carros mais modernos, mais eficientes e mais seguros que as lâmpadas comuns
Divulgação

Os LEDs bons são acessórios de carros mais modernos, mais eficientes e mais seguros que as lâmpadas comuns

Os faróis de LED oferecem mais durabilidade, segurança, eficiência e beleza, se comparados aos com lâmpadas halógenas, que equipam a maioria dos carros e motos no Brasil atualmente. As lâmpadas de LED ser encontradas no mercado a partir de R$ 20 para motocicletas e cerca de R$ 40 para carros, mas cuidado: tal como muitos acessórios de carros
, há muitos por aí que não são projetados com a segurança como pré-requisito e podem causar sérios acidentes.

Isso porque, conforme a foto anterior, um farol eficiente, de LED ou não, tem que iluminar mais no ponto logo à frente, projetar à direita e menos à esquerda, uma vez que isso ofusca a visão de condutores que chegam no outro sentido. Por se tratar de LED, que ilumina mais do que uma lâmpada halógena convencional, esses efeitos se tornam ainda mais graves.

Isso sem falar que a vistoria obrigatória de homologação do Detran reprovaria os faróis de baixa qualidade (tal como os com lâmpadas de xenônio, proibidos para carros que não venham com eles já de fábrica), que segundo a Philips, excedem o número de lúmens e não são bem calibráveis.

2- Central Multimídia

Entre os acessórios de carros, as centrais multimídia têm sido uma das mais procuradas
Divulgação

Entre os acessórios de carros, as centrais multimídia têm sido uma das mais procuradas

Cansou de ver uma central multimídia
custar R$ 3.000, R$ 4.000, R$ 5.000 ou até mais em uma concessionária? Saiba que há lojas independentes que vendem os mesmos modelos por metade do preço, ou até menos. Isso sem falar no grande acréscimo do valor do carro novo ao configurá-lo. Esqueça todos esses problemas de uma vez por todas.

Veja Mais:  Hyundai prepara chegada do novo HB20 e amplia capacidade de produção em SP

Para que serve o equipamento, todos sabem. Entre os principais benefícios, destacam-se funções por bluetooth para receber e efetuar ligações, selecionar comandos do som, mais recursos para as mídias, funções de GPS, TV, DVD e outras. É claro que alguns modelos desses equipamentos podem ter mais ou menos opções.

 E vale uma menção honrosa ao head-up display, (em torno de R$ 120) cada vez mais popular nas lojas, que projeta informações de bordo no pára-brisa para facilitar a visibilidade, além de oferecer uma sensação de modernidade ao motorista. Normalmente, são vendidos nas mesmas lojas em que se encontra uma central multimídia.

3- Filtro de ar esportivo

Filtros de ar esportivos podem ser, entre os acessórios de carros, os que mais atendem (por menos) os pilotos de plantão
Divulgação

Filtros de ar esportivos podem ser, entre os acessórios de carros, os que mais atendem (por menos) os pilotos de plantão

Tal como os abafadores esportivos para o escapamento, os filtros de ar esportivos podem aumentar a potência e o ronco do motor – em momentos em que o motorista pisa mais forte no acelerador. Entretanto, custa menos substituir o filtro convencional de papel pelo esportivo de algodão do que fazer o mesmo com os abafadores esportivos, além de exigir menos mão-de-obra para instalar. O serviço é tão simples que até o próprio dono do carro pode instalar, utilizando-se apenas de ferramentas básicas. Mesmo com os diferentes tipos, cores e formatos, são laváveis – conforme as especificações dos fabricantes – e podem ser encontrados a partir de R$ 50.

Há a variante chamada de inbox, que se encaixa na caixa original do filtro de ar, além da cônica, que é a que mais tem ressalvas. Apesar desta última ser a opção que mais dará um ronco esportivo ao acelerar, o posicionamento da peça é crucial para um bom desempenho, uma vez que se estiver em um local que aspire ar quente do cofre, os efeitos que deveriam ser aumentar a potência – em cerca de 2%, o que contribui mais para uma melhoria na resposta do acelerador – acabam se tornando o oposto.

Outro deles é a limpeza. Por ser mais exposto que o que vai na caixa original, suja mais e demanda um tempo menor até que precise ser retirado e limpo. O ponto é que, como tudo na vida, basta cuidar que vai durar. Além disso, uma pergunta comum é se eles aumentam o consumo de combustível. A resposta é que normalmente sim, mas não por culpa deles, e sim porque poucos resistem ao ganho de ronco pelo filtro e as pisadas podem acabar por se tornar mais frequentes.

Veja Mais:  Conheça 5 SUVs seminovos mais econômicos que custam até R$ 50 mil

4- Capa esportiva de freio

Comum nos carros esportivos, as capas são acessórios de carros que realçam a beleza, mas também os perigos ao volante
Divulgação

Comum nos carros esportivos, as capas são acessórios de carros que realçam a beleza, mas também os perigos ao volante

Que pode dar um visual mais esportivo, não há de se negar. Entretanto, o que poucos sabem é que este acessório pode ser um perigo. Os conjuntos dos freios estão entre as peças que mais aquecem durante o funcionamento. Por isso, é crucial que possam ser resfriados conforme o uso.

Desse modo, as capas esportivas de freios – encontadas a partir de R$ 25 o par – impedem o fluxo de ar adequado para as rodas, contribuindo para um aquecimento dos freios, que leva à perda da eficiência de frenagem um desgaste acelerado dos componentes.

Entretanto, o pior dos cenários é a hipótese de um superaquecimento dos freios – comum em longas descidas de serra – que com as capas esportivas de freios instaladas (feitas de plástico), o resultado mais provável é que derretam e se infiltrem entre as pastilhas e os discos de freio. Como se pode imaginar, seria realmente catastrófico.

5- Calha de chuva

Um dos acessórios de carros mais antigos e que nunca saiu de moda. São práticos, discretos e funcionais
Divulgação

Um dos acessórios de carros mais antigos e que nunca saiu de moda. São práticos, discretos e funcionais

A velha conhecida calha de chuva… Tão velha que já vinha de fábrica – e integradas à carroceria – em muitos carros dos anos 60, 70 e 80. Encontradas a partir de R$ 40, a utilidade delas é permitir que os ocupantes abram as janelas mesmo em dias de chuva, uma vez que impedem a entrada de água com o veículo em movimento.

Para carros sem ar-condicionado, sua utilidade acaba se tornando mais uma necessidade, não só pela refrigeração dos ocupantes, como também para impedir o embaçamento dos vidros durante as chuvas – consequência das janelas fechadas para não entrar água e do aumento da diferença de temperatura interna em relação à externa.

A calha de chuva é um dos acessórios de carros que mais contribui, também, para economizar combustível. Como? Simplesmente porque, em carros com ar-condicionado, ligá-los contribui para um maior consumo. Abrir as janelas (em velocidades urbanas, menores que 70 km/h) é sempre o melhor custo-benefício e as calhas de chuva asseguram essa liberdade, até mesmo debaixo d’água.

Veja Mais:  Primeiras impressões: Ford Ranger 2020 segue picape, mas ficou mais SUV

6- Alarme

Só de saber que ninguém levará o seu carro de onde está, é um dos acessórios de carros que mais tranquilizará a sua vida
Divulgação

Só de saber que ninguém levará o seu carro de onde está, é um dos acessórios de carros que mais tranquilizará a sua vida

Os índices de criminalidade aumentam cada vez mais e a preocupação da população também. Uma das atividades mais exercidas pelos criminosos é justamente o roubo/furto de carros, uma vez que, tal como o caso da central multimídia, as peças de carros são vendidas caras demais nas concessionárias e, infelizmente, há quem compre dos desmanches ilegais, a menores custos.

Para os que pensam que o alarme só fica apitando, saibam que muitos vendidos por aí já contam com sistema de bloqueio da parte elétrica do carro, quando algúem destrava o carro indevidamente. Sem parte elétrica, nem ligação direta para dar a partida no botor e nem reza serão o bastante para o bandido levar o seu carro de onde está estacionado. Isso sem falar da comodidade de se poder travar e destravar o carro automaticamente, bem como não precisar subir os vidros antes de sair de dentro e trava automática das portas – função que também acompanha muitos alarmes vendidos por aí.

Se estamos falando de segurança, vale também duas menções honrosas, que dão bom complemento aos alarmes, encontrados por aí a partir de R$ 20 – R$ 50 (ou o mesmo que as capas esportivas de freios, dependendo do modelo e vendedor). A primeira delas é a trava de volante e as “primas”, que são a trava de câmbio e de pedais. Esses equipamentos (encontrados por cerca de R$ 25) não só impedem o ladrão de levar o carro, como diminui as chances de um arrombamento, uma vez que o criminoso verá que não valerá a pena nem tentar roubar. E o outro é o rastreador por satélite (R$ 400 – 500), que por meio de aplicativos de celular, é possível acompanhar o carro e desativá-lo remotamente, após um roubo.

7- Suporte para bicicletas

Um dos acessórios de carros que mais acompanha as tendências da sociedade quanto a saúde e a mobilidade
Divulgação

Um dos acessórios de carros que mais acompanha as tendências da sociedade quanto a saúde e a mobilidade

A vida urbana caótica – que vem piorando cada vez mais – tem feito muitos buscarem “válvulas de escape” e meios alternativos de vida. Seja na alimentação, seja nos meios de transporte e outros. Com isso, as bicicletas se tornaram não só uma forma popular de se exercitar, como também, cada vez mais, de se locomover pelas cidades. E essa pratica é incentivada pelas ciclofaixas espalhadas pelas cidades.

Muitos até já venderem seus carros para adotar a bicicleta como um estilo de vida, mas outros não abrem mão de poder contar com um veículo que possa levar mais pessoas e mais objetos. Por isso, na busca de unir o útil ao agradável, os suportes para bicicletas chegam para o transporte das “magrelas”.

Encontrados a partir de R$ 60, mas que pode custar até R$ 1.250,  são uma forma de não obrigar o condutor a ocupar espaço dentro do carro e até correr o risco de sujar o interior. Entre os acessórios de carros
listados, este é o que melhor atende aos atletas de plantão e os que não abrem mão do espaço interno. Vale lembrar que, muitas vezes, nem os hacks de teto – já presentes em muitos carros originalmente – oferecem tanta praticidade ao levar as bicicletas quanto os suportes de mala.

Comentários Facebook

Carros e Motos

Prefeito de Nova Mutum paga RGA e cria de vale alimentação para servidores públicos

Publicado

Leandro Félix- Foto: Assessoria

O Prefeito de Nova Mutum, Leandro Félix anunciou o pagamento do RGA – Reajuste Geral Anual – aos salários dos servidores municipais e a criação de um vale alimentação também voltado aos colaboradores municipais. O anúncio do Prefeito aconteceu esta manhã (05/07) durante sua participação na 21ª Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores.

Segundo Leandro está em fase de conclusão o levantamento que definirá o percentual do Reajuste Geral Anual. “Já demos o start para que nossa equipe econômica conclua o levantamento. Debateremos o percentual com nossos legisladores antes da definição”, afirmou durante fala em Tribuna.

A Prefeitura de Nova Mutum realizou recentemente uma consulta junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) sobre a legalidade para conceder o reajuste ainda neste ano, por conta da Lei Federal Nº 173, de 27 de maio de 2020, que impede a concessão de reajustes salariais, bem como a Revisão Geral Anual (RGA), aos servidores públicos até dezembro de 2021. “Como o posicionamento do Tribunal nós impediu de realizar o reajuste neste ano, iremos propor este pagamento para janeiro do ano que vem. Sendo assim no início do próximo ano pagaremos o reajuste deste período e já em meados de março realizarmos mais um reajuste. Esta é nossa maneira de valorizar amplamente nossa equipe de servidores públicos municipais”, destacou o Leandro.

Veja Mais:  Primeiras impressões: Ford Ranger 2020 segue picape, mas ficou mais SUV

No mês de agosto a Prefeitura encaminha para a Câmara Municipal do Projeto de reajuste, referente ao período de 2020 e em maio encaminha um novo projeto de reajuste, referente a 2021. Totalizando dois reajustes para 2022.

O Prefeito Leandro Félix também anunciou a criação do Cartão Vale Alimentação para os servidores municipais. “Já iniciamos os estudos de viabilidade, também incluiremos nossos legisladores neste debate e este ano encaminharemos o projeto para a Casa de Leis, para iniciarmos o pagamento do Vale Alimentação já no próximo ano. É mais um compromisso firmado com nossos servidores que será cumprido”, complementou.

Ainda durante sua fala em Tribuna, durante a sessão ordinária o Prefeito Leandro homenageou o município de Nova Mutum, que celebrou seu 33º aniversário no último domingo (04/07). Agradeceu o empenho dos servidores municipais que estão diariamente na linha de frente contra a pandemia, prestou considerações às vítimas de covid-19 e reafirmou o compromisso da Gestão Administrativa com toda a cidade e sua população.

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros e Motos

Chevrolet Captiva, um veículo acima da média

Publicado

Conheça todos os atributos desse formidável carro

O Chevrolet Captiva é considerado um carro acima da média e não é à toa. Sua relação custo x benefício é simplesmente incomparável. Independente se você comprar um exemplar novo ou procurar no mercado de carros à venda em Cuiabá, o Captiva é sempre uma boa pedida para quem gosta de sofisticação sem ter que pagar tanto.

Ele teve uma excelente recepção no mercado nacional desde o seu lançamento, exibindo um surpreendente sucesso entre o público. Ele foi lançado no ano de 2008 e chegava a ter fila de espera na época e até juros sobre o preço final. Mesmo passado 12 anos, ele continua cativando o público.

Mas qual é a configuração do Chevrolet Captiva? Como é o seu interior, exterior e performance? É o que será abordado adiante.

Ficha técnica completa do Chevrolet Captiva

Observe logo abaixo a ficha técnica completa do Chevrolet Captiva:

Motor: 2.4 Ecotec

Tipo: Dianteiro, Transversal e Gasolina

Número de cilindros: 4 em linha

Cilindrada em cm3: 2.384

Comentários Facebook
Veja Mais:  Chevrolet lança linha2019 do SUV Equinox com mais itens de segurança
Continue lendo

Carros e Motos

SUV eletrificado menor que o Mustang Mach-E usará plataforma da VW

Publicado

Mustang arrow-options
Divulgação

O SUV Mustang Mach-E chega no início de 2020 com o exclusivo modelo “First Edition” de produção limitada

Após firmarem uma aliança bilateral, a VW cedeu sua plataforma de carros elétricos MEB para a Ford implementar em seus carros. E, então, eis que surge o “irmão” menor do SUV Mustang Mach-E. Ainda sem ter sido revelado, um relatório oficial aponta que será produzido na Alemanha, que terá características similares aos I.D da Volks — como capô mais curto, pára-brisa mas avançado na dianteira e outros — bem como mais de 300 cv. As expectativas de lançamento são para 2021, após a chegada do SUV do Mustang.

LEIA MAIS: Ford Mustang Lithium, Chevy E-10 e Bronco R querem dar alma aos eletrificados

Junto à plataforma MEB, os motores elétricos e as baterias vão compor um novo sistema de tração nas quatro rodas, que, contando com recursos de regeneração de energia, é esperada uma autonomia capaz de superar os 800 km. Entretanto, os planos da Ford com a novidade — do mesmo modo que com o Mustang Mach-E — ainda são de caracterizá-lo como um modelo autêntico, sem que seja apenas um VW com o logotipo da montadora norte-americana.

“É fundamental que tenhamos flexibilidade suficiente, diferenciação o suficiente e o tipo de desempenho que você espera de um Ford. Muito disso foi feito no início das negociações com a VW. Com os parâmetros que vimos, podemos fazer um ótimo Ford”, diz Ted Cannis, diretor global de eletrificação da Ford.

LEIA MAIS: Mustang Bullitt de McQueen será leiloado por mais de R$ 4 milhões nos EUA

Aliança vai ditar parâmetros no futuro

Aliança arrow-options
Divulgação

Aliança Ford-Volkswagen vai significar a expansão dos negócios para as montadoras, para se tornar a maior da Europa

Ao todo, R$ 26 bilhões estão reservados à criação das novas tecnologias. Com isso, a aliança VW-Ford já dá início à maior planta de desenvolvimento de carros elétricos de toda a Europa. O Grupo Volkswagen espera que 10 milhões de veículos sejam produzidos sobre a MEB já na primeira leva.

Segundo o CEO responsável pela aliança VW-Ford, Herbert Diess: “Olhando para o futuro, ainda mais clientes e o meio ambiente se beneficiarão da arquitetura EV da Volkswagen. Nossa aliança global está começando a demonstrar uma promessa ainda maior, e continuamos a analisar outras áreas nas quais podemos colaborar”.

LEIA MAIS: Por que é melhor gastar R$ 300 mil no Ford Edge ST e não no Mustang?

Outro ponto importante se refere à empresa Argo AI, responsável por desenvolver tecnologias de condução autônoma. Com foco nos novos carros elétricos, tanto a Ford quanto a VW possuem participação conjunta nas ações, que quando somadas, detém a porção majoritária do conselho. A Argo é avaliada em US$ 7 bilhões e, após o acordo, receberá pelo menos US$ 1 bilhão em investimentos. A partir disso, o Mustang Mach-E e outros modelos poderão ser carros autônomos .

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana