Internacional

Via Láctea já teve ‘irmã perdida’ que foi devorada pela Andrômeda, diz estudo

Publicado

Estudo da Universidade de Michigan mostrou que Andrômeda pode ter 'engolido' o irmão perdido da Via Láctea
Reprodução/ Péter Feltóti/Astronomy Photographer of the Year 2018/National Maritime Museum

Estudo da Universidade de Michigan mostrou que Andrômeda pode ter ‘engolido’ o irmão perdido da Via Láctea

Cientistas da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, descobriram que a Via Láctea já teve um “irmã galáctica perdida” que foi destruída e devorada pela galáxia de Andrômeda. Segundo o The Guardian, a sequência dramática de eventos, que datam dois bilhões de anos atrás, foi reconstruída por meio de um levantamento detalhado de estrelas que ‘habitam’ a auréola que cerca a Andrômeda, localizada a cerca de 2,54 milhões de anos-luz de distância da Terra.

No estudo publicado na revista Nature Astronomy, os pesquisadores explicaram que a auréola de Andrômeda havia sido ‘conquistada’ com o passar dos anos, depois de devorar centenas de pequenas galáxias, o que teria ocorrido com a ‘irmã’ da Via Láctea. A equipe ressaltou que, devido a um rastro de evidências, identificou que grande parte das estrelas poderia ser rastreada em uma pequena galáxia conhecida como M32.

“Foi chocante perceber que a nossa galáxia tinha uma irmã tão grande e nunca soubemos disso anteriormente, mesmo depois de anos estudando o Grupo Local, que inclui Andrômeda, Via Láctea e companheiros próximos”, afirmou o coautor do estudo e professor de astronomia na Universidade de Michigan, Eric Bell.

Cientistas alegraram que, ao que tudo indica, a ‘irmã perdida’ tinha o dobro do tamanho da nossa galáxia. Segundo os pesquisadores, depois de Andrômeda, essa outra misteriosa seria a terceira maior no Grupo Local estudado por eles.

Veja Mais:  Sérgio Cabral é acusado pela 25ª vez, agora por propina de R$ 78,9 milhões

Outro dado ressaltado com a recriação do “banquete” é o de que as galáxias têm praticado  ato decanibalismo
’ há muitos anos, fato que é facilmente identificado por astrônomos pelos resquícios das vítimas galácticas deixados em regiões externas das “comilonas”.

A equipe envolvida nas análises alegou que a auréola de Andrômeda está próxima, então conseguem estudar detalhadamente os enormes fluxos de estrelas e características assimétricas, que sugerem fusões impactantes sofridas por esses sistemas estelares.

O levantamento forense destacou que havia mais estrelas do que o explicado por meio do surgimento de pequenas galáxias, e que devido a faixa etária delas – quase todas com pelo menos dois bilhões de anos – foi possível identificar que um grande aglomerado de estrelas havia sido engolido em torno desse ponto temporal.

A teoria foi conduzida por um fluxo de estrelas que se arrasta atrás de Andrômeda, o que, para os cientistas, pode ser um indício do evento analisado. “Isso pode ajudar a explicar a composição incomum da M32, que continua sendo um grande mistério até hoje. A M32 é esquisita, e embora pareça um exemplo compacto de uma antiga galáxia elíptica
, possui estrelas muito jovens”, acrescentou Bell.

O professor de astronomia na Universidade de Nottingham, Michael Merrifield, acredita que a M32 pode ser um núcleo não ingerido da irmã da Via Láctea. Porém, prefere não colocar o dado como uma afirmação, uma vez que ainda há um longo caminho de pesquisas a ser percorrido acerca da galáxia perdida.  “Essas descobertas podem fornecer algumas informações sobre o destino final de nossa própria galáxia, que está cada vez mais próxima de Andrômeda. Não podemos informar se um dia se unirão, dando origem a uma grande galáxia elíptica, ou se desintegrarão, sendo somente mais uma parte da auréola elíptica”, acrescentou o pesquisador Richard D’Souza.

Comentários Facebook

Internacional

Salão do livro em Nova York abre inscrições para escritores

Publicado

Para quem sonha em ver seus livros rodando o mundo, o 5º Salão do livro de Nova York está com inscrições abertas para autores. Organizado pela ZL Books Editora, o evento acontece, dias 19 e 20 de junho, na Biblioteca Brasileira de Nova York (Brazilian Endowment for the Arts). Os interessados precisam se cadastrar, até dia 25 de abril, pelo e-mail [email protected].

O programa também conta com a realização de atividades culturais e palestra sobre literatura brasileira no mundo. O projeto Internacional existe há quase dez anos e já foi realizado em Lisboa (Portugal), Berlim (Alemanha), em algumas cidades da França e em Montreal (Canadá), além do Rio de Janeiro. 

 

Para Jô Ramos, escritora e idealizadora do evento, a iniciativa tem como objetivo disseminar a literatura de língua portuguesa para todos os cantos. Para ela, há muitos estrangeiros interessados no que é produzido no Brasil, além de brasileiros residentes no exterior que amam os escritores de língua portuguesa.

Ramos comenta que o salão do livro ajuda a valorizar o trabalho dos autores independentes e as pequenas editoras, ambos sem acesso ao circuito oficial literário brasileiro. “Projetos assim estimulam a preservação e a produção da nova literatura e dos novos autores”.

– Com intercâmbios culturais entre o Brasil e o exterior, desejamos criar mais oportunidades para que esses escritores possam conquistar novos leitores, além de acessar novas formas de divulgação da sua obra artística – diz.

Veja Mais:  Ministro da Cultura fala em queda de balão como causa do incêndio em museu

 

Serviço:

5º Salão do Livro de Nova York

Inscrições pelo e-mail: [email protected]

Até dia 25 de abril

Evento acontece dias 19 e 20 de junho.

Horário: das 12h às 20h

Local: Brazilian Endowment for the Arts.

Endereço: 240 E 52nd Street, Nova York (USA).

Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

Crânio é encontrado no mesmo cômodo em que Luzia era mantida no Museu Nacional

Publicado


Após buscas no Museu Nacional, bombeiros encontraram crânio que pode ser de Luzia, o fóssil mais antigo das Américas
Reprodução/TV Globo

Após buscas no Museu Nacional, bombeiros encontraram crânio que pode ser de Luzia, o fóssil mais antigo das Américas

Bombeiros informaram nesta terça-feira (4) que um crânio foi encontrado em meios aos escombros deixados após o incêndio no Museu Nacional do Rio de Janeiro, em Cristóvão, zona norte da cidade. De acordo com informações da TV Globo
, a equipe estima que o achado seja uma parte de Luzia, o fóssil humano mais antigo já encontrado nas Américas.

Leia também: Defesa Civil interdita museu e diz que paredes internas podem desabar

O canal afirmou que um grupo de cientistas do Museu Nacional
realizará analises do material para descobrir se o crânio pertence ou não a Luzia. A ossada foi identificada no mesmo cômodo onde era mantida e, segundo relatos, estaria esfarelada.

A chuva ao longo da madrugada desta terça foi responsável pelos avanços nas buscas e por apagar focos de incêndio ainda remanescentes. A Defesa Civil do Rio de Janeiro comunicou que o local está interditado porque há chance de desabamento do telhado, laje e divisórias do prédio. Já na área externa, a avaliação feita por técnicos mostrou que a espessura das fachadas não apresenta risco iminente.

Acervos de Museu Nacional em cofres podem estar a salvo


Corpo de Bombeiros realizou buscas para retirar peças que estavam em meio aos escombros no Museu Nacional do RJ
REPRODUÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Corpo de Bombeiros realizou buscas para retirar peças que estavam em meio aos escombros no Museu Nacional do RJ

Bombeiro que atuou no combate ao fogo durante o incêndio
, Rafael Luz
contou que se arriscou para salvar Luzia, mas acabou desistindo após se ferir durante o processo.

Veja Mais:  Forças de segurança continuam nas comunidades do Rio de Janeiro

Leia também: Museu Nacional: vice-diretora diz que incêndio destruiu 90% do acervo

Luz disse que se queimou depois de a luva que estava usando derreter enquanto tentava destrancar o armário que abrigava o crânio de Luzia
. “Tentamos nos aproximar e abrir o armário, mas quando conseguimos, o móvel estava vazio. Na verdade, só tinha um ferro, que queimou os meus dedos. Doeu bastante. Saí do cômodo e chorei de frustração”, relembra.

Anteriormente, pesquisadores do museu levantaram a possibilidade de as peças mais raras e valiosas estarem “intactas” dentro de cofres e armários de aço especiais. Eles reconheceram que o trabalho será árduo, devido à temperatura ‘escaldante’ e da fragilidade da estrutura do prédio.

Leia também: Museu Nacional do Rio de Janeiro: para pesquisadores, dano é “irreparável”

A vice-diretora do Museu Nacional
, Cristiana Serejo, ressaltou que ao menos R$ 15 bilhões serão necessários para dar início à restauração do prédio, e que existem chances de itens estarem preservados após o incêndio. “A gente vai ter que aguardar. Mas a coleção de entomologia, de insetos, que ficava no terceiro andar, não resistiu. Isto foi uma perda gravíssima. Estava em armários compactadores, mas, como desabaram, foi um impacto muito grande”, concluiu.

*Com informações da Agência Brasil

Comentários Facebook
Continue lendo

Internacional

PT vai recorrer à ONU e ao STF por Lula candidato

Publicado


Haddad afirmou que o PT vai “tomar todas as providências jurídicas para assegurar a candidatura de Lula”
Divulgação

Haddad afirmou que o PT vai “tomar todas as providências jurídicas para assegurar a candidatura de Lula”

Após uma reunião com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a direção do PT anunciou  nesta segunda-feira (3) que pretende recorrer novamente
ao Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) para garantir que a candidatura de Lula à Presidência da República seja registrada nas eleições de outubro.

Em entrevista coletiva após a visita, Fernando Haddad, atual candidato a vice na chapa petista disse que o partido vai “tomar todas as providências jurídicas para assegurar a candidatura de Lula
”.

O PT prepara ainda dois recursos ao Supremo Tribunal Federal (STF), abordando questões eleitorais e criminais, para que não ocorra a necessidade de substituição do nome na chapa no prazo de dez dias, conforme definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que negou o pedido de candidatura na última sexta-feira (31).

Segundo Haddad, Lula decidiu continuar defendendo sua candidatura. “Nós sabemos que o povo está sofrendo uma crise sem precedentes. As pessoas estão com a vida cada vez mais difícil e o ex-presidente Lula é o caminho para a saída dessa situação”, afirmou.

“Denunciaremos à ONU
o não cumprimento do que determinou em relação à candidatura do ex-presidente Lula, assim como entraremos com recursos judiciais cabíveis para defender essa candidatura”, afirmou a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann. 

Veja Mais:  Coreias terão nova reunião de líderes em setembro; encontro será em Pyongyang

De acordo com o TSE, Lula não pode aparecer em propaganda política como candidato e está excluído da cédula eleitoral. Também nesta segunda feira, o ministro Luis Felipe Salomão  proibiu o PT de veicular propagandas
no horário eleitoral em que apresenta o ex-presidente como candidato. Foi fixada multa no valor de R$ 500 mil para o caso de descumprimento dessa determinação.

A decisão em caráter liminar (provisório) atende a pedido do Partido Novo , que argumentou na representação que, ao manter seus programas na TV e no rádio com Lula candidato, o PT
estava “desafiando” o TSE, uma vez que a maioria dos ministros da corte decidiu, na madrugada do último sábado (1º), barrar a candidatura do ex-presidente com base na Lei da Ficha Limpa.

Leia também: O que resta à defesa de Lula? Recurso no STF ainda pode tornar petista candidato

Haddad defendeu que a Coligação “O Povo Feliz de Novo” teve prazo muito exíguo para ajustar todas as plataformas de propaganda eleitoral, uma vez que a decisão do TSE sobre a candidatura de Lula
foi tomada na madrugada de sábado. Ele apontou que foram tomadas medidas ainda na madrugada pra ajustar a decisão, chamando os profissionais em suas casas para fazer as adequações.

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana