Política MT

Claudinei averigua a habilitação dos leitos UTI Covid-19 no Hospital Regional de Rondonópolis

Publicado

O parlamentar reuniu com a diretoria da unidade para entender a situação da instalação dos novos leitos para pacientes com Covid-19

Delegado Claudinei no espaço que estão os novos leitos de UTI Covid-19 do Hospital Regional- Foto: Assessoria

Com a previsão da instalação de 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid-19, no Hospital Regional de Rondonópolis, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) esteve reunido com a diretoria da unidade de saúde, neste sábado (10), para verificar de perto como estão os trâmites para a devida habilitação para iniciar o atendimento aos pacientes infectados dos municípios das regiões sul e sudeste de Mato Grosso.

No encontro, o parlamentar tomou conhecimento que a empresa contratada de Primavera do Leste, vencedora do processo licitatório, que firmou contrato de seis meses no valor de cerca de R$ 8,6 milhões com o governo estadual, não havia cumprido todas as exigências contratuais. “Esperamos que a empresa contratada possa dar celeridade na regularização das documentações necessárias para não prejudicar as pessoas que necessitam de assistência médica perante essa pandemia que enfrentamos há um ano”, posiciona o parlamentar.

SES

Alguns vereadores de Rondonópolis ficaram na frente da Unidade de Saúde, nesta sexta-feira (9), para buscar informações sobre as procedências que levaram os novos leitos do hospital não estarem em funcionamento e, também, eles alegaram que foram informados que já seriam inaugurados os leitos para prestar o devido atendimento à população. Diante disso, neste mesmo dia, Claudinei entrou em contato por telefone com o secretário de Saúde (SES), Gilberto Figueiredo, para ter os devidos esclarecimentos.

Veja Mais:  Botelho destaca importância de projeto que garante certificação de qualidade dos alimentos artesanais

“No final da tarde de ontem, conversei com o secretário Gilberto, para saber se realmente estes leitos estavam certinhos para o funcionamento. O problema que ele me apontou, foi sobre a empresa contratada que recebe do governo estadual e é responsável pela equipe técnica que envolvem profissionais de saúde que são capacitados para atuar em UTIs. A empresa fica responsável em fazer a contratação de pessoal, fazer as escalas e a aquisição e fornecimento de medicamentos necessários. Infelizmente, a empresa foi notificada por não atender os requisitos técnicos previstos no edital de licitação”, esclarece Claudinei.

Pendência

A única dependência para que os leitos estejam habilitados para o atendimento da população é a empresa contratada cumprir todas as exigências técnicas e, assim, os pacientes infectados pela Covid-19 poderão ser atendidos. De acordo com o parlamentar, a contratada já se comprometeu em solucionar as pendências, sendo que envolve também a necessidade de um médico intensivista para assumir a responsabilidade do contrato e fazer a devida assinatura do documento.

“São mais de 50 integrantes neste contrato para atender estes novos leitos que envolvem médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, psicólogos, técnicos, entre outros. Infelizmente, estamos perdendo vidas. Já são 17 pessoas na fila de espera por um leito de UTI Covid-19. Vamos continuar acompanhando essa situação para que a empresa resolva essa situação contratual”, informa o deputado.

Veja Mais:  Republicanos Mulher elege nova presidência Estadual e municipais, e realiza debate sobre políticas públicas para mulheres vítimas de violência

Também, marcaram a presença no encontro com a diretoria do Hospital Regional, os deputados estaduais Ulysses Moraes (PSL) e Thiago Silva (MDB).

Unidade – O Hospital Regional Rondonópolis é referência na região sul e sudeste de Mato Grosso, sendo que já conta com 10 leitos UTI Covid-19 e terá este novo incremento com os 20 que aguardam ser habilitados. A unidade realiza atendimento por meio da Central de Regulação, Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ou Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Comentários Facebook

Política MT

Deputado Claudinei declara apoio para contribuir com a APOR

Publicado

O parlamentar se comprometeu a levantar recursos para contribuir com a construção de uma Casa de Apoio de 60 lugares

Deputado Claudinei com o vice-presidente Adevaldo da APOR- Foto: Assessoria

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) esteve na sede da Associação dos Pacientes Oncológicos de Rondonópolis (APOR), nesta sexta-feira (7), para conhecer os trabalhos e projetos desenvolvidos pela instituição que atende a população das regiões sul e sudeste de Mato Grosso. O vice-presidente Adevaldo Narciso da Costa e a gestora Silvana Faustino Santana da entidade receberam e deram as informações necessárias ao parlamentar.

“Conhecemos os trabalhos preventivos que são feitos, exames como o ultrassom para prevenção ao câncer de mama, sendo que todos os encaminhamentos vão para a Santa Casa de Rondonópolis. Conhecemos toda a estrutura física, como a Casa de Apoio que tem poucos lugares para receber pacientes e familiares e os Centros de Imagens e Prevenção que garantem um atendimento humanizado ao público”, detalha Claudinei.

Representantes da APOR apresenta a estrutura da entidade ao parlamentar- Foto: Assessoria

Casa de Apoio

De acordo com Adevaldo, a entidade é sem fins lucrativos, de caráter beneficente e assistencial, que depende do apoio voluntário e de parcerias para conseguir obter recursos para a manutenção do atendimento ao público. “Hoje, precisamos de uma Casa de Apoio com 60 lugares para abrigar os pacientes e familiares e contamos com o apoio do deputado Claudinei”, comenta o vice-presidente.

Veja Mais:  Relatório aponta superávit de quase R$ 2 bilhões

A atual Casa de Apoio da instituição existe desde 2010, com capacidade para abrigar 23 pessoas. Segundo Silvana, a APOR tem um projeto que foi orçado em R$ 1,6 milhões para a construção de um novo espaço, em terreno de cerca de 1 mil m², para ampliar a quantidade de lugares aos pacientes e familiares que não residem em Rondonópolis. “O espaço atual está sendo revitalizado e reformado com o apoio da Lions Clube de Rondonópolis. Só que o espaço é muito pequeno. Terminamos de pintar e colocamos móveis”, explica.

“Vou continuar na luta para ter um espaço para atender este público que não mora em Rondonópolis e precisa ter assistência necessário para o tratamento oncológico. Com o Centro de Radioterapia da Santa Casa, o propósito é atender os municípios das regiões sul e sudeste, como, também, do Vale do Araguaia, que resultará em 25 cidades. Vamos buscar os recursos necessários, seja por meio da Assembleia Legislativa, emendas parlamentares e pelo Consórcio Regional de Saúde Sul de Mato Grosso (Coress)”, diz o parlamentar.

Estrutura

Silvana também apresentou o Centro de Imagens que é um espaço para a realização de mamografias, em que os pacientes recebem almoço e café da manhã, fazem consultas, biopsias e, conforme aqueles que realizam quimioterapia, a Associação providencia os cateteres.

Ela explica que, no ano de 2012, foi firmada a parceria com a Santa Casa de Rondonópolis, onde foi construído no segundo andar da unidade hospitalar 18 apartamentos, centros cirúrgicos, instalação de 42 leitos, aquisição de móveis e equipamentos que foram investidos pela Associação. “Agora, este andar atende casos de pacientes com Covid-19 e tudo foi restruturado para o terceiro andar. A parceria continua. O Centro de Prevenção, com fisioterapia, nutricionistas e psicólogo, agora é na APOR por causa da Covid-19. Antes era na Santa Casa”, esclarece a gestora.

Veja Mais:  Pessoas com autismo deverão ser cadastradas pelo governo de MT

Entidade – A APOR foi fundada em 2009 e é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). Outros projetos que visam o acolhimento e atendimento humanizado pela instituição envolvem os trabalhos de voluntários como o projeto “Doutores da Alegria”, distribuição de cestas básicas, doação de cabelos para a produção perucas, prótese de silicone que são inseridos em sutiãs, lenços para a cabeça, entre outras iniciativas que visam contribuir com a auto-estima das mulheres. Neste ano, a unidade teve 20 novos casos de pacientes com câncer e 29 estão sendo acompanhados e foram diagnosticados no ano passado.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Deputado Thiago Silva trabalha pela instalação de novo Detran na Vila Operária

Publicado

Foto: Assessoria

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) cobra a instalação de uma nova agência do Detran na grande Vila Operária em Rondonópolis. Thiago vem trabalhando desde o mandato de vereador para implantação da unidade, e como deputado apresentou a indicação 4300/2.019 na Assembleia Legislativa, para atender milhares de pessoas que residem na grande região da Vila Operária em Rondonópolis.

O parlamentar esteve em reunião com o presidente do Detran Gustavo Vasconcelos fazendo esta cobrança e a diretoria da instituição enviou servidores para procurar e fazer a avaliação de imóveis na região.

“Cerca de 40% dos veículos de Rondonópolis concentram na Vila Operária e essa é a nossa luta desde os tempos de vereador. Estamos acompanhando de perto para que o Detran possa ampliar o atendimento e atender a população da Vila Operária, trazendo maior comodidade para a população de mais de 60 bairros”, disse o deputado Thiago.

O Diretor Gustavo confirmou que o pedido é justo, e a indicação será atendida, pois a luta do deputado Thiago Silva é antiga, pois a Vila Operária é a região que concentra a maior quantidade de veículos do município.

Comentários Facebook
Veja Mais:  ALMT aprova projeto para estimular empreendedorismo entre vítimas de violência doméstica
Continue lendo

Política MT

Republicanos Mulher elege nova presidência Estadual e municipais, e realiza debate sobre políticas públicas para mulheres vítimas de violência

Publicado

Angelita Amorim – presidente Republicanos Mulher

O partido Republicanos Mulher elege nova presidência em MT, e realiza debate sobre violência contra mulheres em evento realizado de forma híbrida: presencial e virtual, na próxima segunda-feira (10), às 8h, no Hotel Delmond em Cuiabá, a vice-prefeita de Alto Garças, Angelita Amorim assume a presidência do Republicanos Mulher em Mato Grosso, e para liderar o partido em Cuiabá, a empossada será a advogada Drª. Patrícia Araújo.

Após a solenidade de posse, às 9h30, ocorrerá o “Debate para Discutir Políticas Públicas para Mulheres Vítimas de Violência em Mato Grosso”, com a presença confirmada para compor a mesa presencialmente, respeitando todas as orientações sanitárias em combate ao Covid-19, a  secretária municipal de Assistência Social, Trabalho e Habitação, primeira dama de Sinop, Scheila Pedroso da Silva, e presidente da Associação para Desenvolvimento Social dos Municípios de Mato Grosso (APDM), ex-senadora e deputada estadual, Serys Marli, e a vereadora por Rondonópolis, Kalynka Meirelles (Republicanos).
Também participarão as primeiras-damas e secretárias de assistência social dos municípios, além de autoridades do combate à violência contra a mulher.
De acordo com Adilton Sachetti, presidente do Republicanos em Mato Grosso, a nova diretoria do Mulheres Republicanas em Mato Grosso e nos municípios visa garantir a representatividade feminina na política, e nas tomadas de decisões.
“As pautas femininas ganham maior força com mais mulheres sendo representadas no Executivo e Legislativo, em  busca dos seus direitos e lutando contra as diferenças sociais”, pontua.
Comentários Facebook
Veja Mais:  Relatório aponta superávit de quase R$ 2 bilhões
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana