Política MT

“Fraudes no setor de combustíveis trazem prejuízos para o Estado e consumidor”, afirma Claudinei

Publicado

Foto: Marcelo Lucas / Assessoria de Gabinete

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) destacou o trabalho da Polícia Judiciária Civil (PJC) no combater a fraudes no setor de combustíveis, desde roubo de cargas, sonegação fiscal e adulteração de combustível, durante a abertura do workshop “Combustível Legal”: Todos os Ilícitos de Combustível.

“Quero parabenizar o trabalho da PJC, em nome do doutor Antônio Carlos de Araújo, titular da Delegacia do Consumidor (Decon) e do diretor da Academia de Polícia Judiciária (Acadepol) Welber Batista Franco. As fraudes que ocorrem no setor de combustíveis representam prejuízos para o Estado e para o consumidor. São praticados crimes contra a ordem tributária e também contra o consumidor e o que for preciso, pode contar comigo na Assembleia Legislativa”, declarou o Delegado Claudinei.

Promovido pela Associação Nacional das Distribuidoras de Combustíveis, Lubrificantes, Logística e Conveniência (Plural), em parceria com a Decon e Acadepol, o evento é voltado à capacitação de profissionais ligados à fiscalização do setor, com o objetivo de divulgar informações que auxiliem o combate a irregularidades. “Esses tipos de ilícitos só conseguiremos diminuir com parcerias e muito trabalho”, destacou Welber.

Entre os principais ilícitos encontrados no setor está bomba fraudada, roubos de cargas, posto clone (usa fachada como sendo de uma marca conhecida, no entanto, não mantém vínculo de exclusividade com o distribuidor daquela marca reconhecida no mercado), importações, sonegação fiscal, adulteração de componentes dos combustíveis, como metanol, solvente, etanol na gasolina, diesel sem biodiesel, entre outros. 

Veja Mais:  Deputados se unem para combater fake news sobre voto à alíquota dos 14%

“Esse workshop é muito importante porque traz conhecimentos sobre novas portarias e legislações da ANP. É um momento onde há uma troca de informações entre todos os agentes públicos envolvidos no processo de fiscalização do setor de combustível”, finalizou o delegado Araújo.

DADOS ANP – Em Mato Grosso, no ano de 2018, segundo Boletim de Fiscalização de Abastecimento da Agência Nacional de Petróleo (ANP), foram realizadas 535 ações de fiscalização, 130 autos de infração, nove interdições e sete autos de apreensão.

Comentários Facebook

Política MT

Pontes e escola construídas em Canarana são demandas do Deputado Claudinei atendidas pela Sinfra

Publicado

O parlamentar teve as indicações atendidas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura de Mato Grosso

Foto: Assessoria

A população de Canarana (MT) já acompanha a movimentação de operários e maquinários nas vias que ligam a cidade até os municípios mato-grossenses de Paranatinga e Querência. As obras são referentes as pontes de concreto sobre o córrego Canastra 1 e a outra no rio Tanguro, em que fazem parte das indicações de n.° 4.265/2019 e n.° 4.317/2019 do deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) à Secretaria de Estado de Infraestrutura de Mato Grosso (Sinfra-MT).

Com investimento de quase R$ 3 milhões, cada ponte de concreto terá uma extensão de 31 metros, sendo que fazem parte do Programa Pró-Concreto que surgiu de um acordo entre o governo estadual e federal, em 2017, com a expectativa de substituir as pontes de madeiras para concreto. “Estou atrás destas pontes desde 2017. É uma satisfação de felicidade, vai acabar com este problema da cidade e para a região, pois essa estrada da MT-020, ela liga Canarana para Paranatinga. Ela encurta uns 200 km de todo o Vale do Araguaia até Cuiabá”, explica o presidente da Câmara Municipal, Ederson Porsch (PTB).

Pontes de Madeira

O vereador reconhece que é preciso ter paciência, pois acredita que é um período longo para a finalização da construção de pontes de concreto. “O pessoal está mobilizado. Estou na torcida por este começo e para que termine. Agradeço todo mundo que se empenhou para essas obras”, agradece Porsch.

Veja Mais:  Comissão especial  da AL discute distribuição da merenda escolar durante pandemia

Com as pontes de madeiras, Ederson lembra que era um custo muito alto para prefeitura de Canarana, pois a todo momento era necessário reconstruir as pontes quando se tornava intransitável. “Tinha que comprar madeiras, muito tráfego de caminhões, manutenção e refazer os estragos, sem contar os vários acidentes. Agora com as pontes de concreto, acabam estes gastos. Os asfaltos já foram feitos”, comenta o vereador.

Delegado Claudinei reconhece que Canarana gera um grande volume de produção agrícola, o que leva o tráfego de caminhões pesados pelas vias em que estavam instaladas as antigas pontes de madeiras. “Realmente, os condutores de veículos pesados e moradores penavam com estes problemas estruturais. São vias que ocorrem muito o escoamento de milho e transporte de calcário. Agora, todos poderão ficar tranquilos com as travessias com a conclusão das obras. Agradeço novamente a Sinfra e o governo estadual pela gestão para trazer melhorias na infraestrutura e conforto para a população”, posiciona o deputado.

Escola Estadual 31 de Março

Outra indicação apresentada à Sinfra pelo parlamentar, foi a de n.° 2.185/2019 que apontou a necessidade de realizar a construção da Escola Estadual 31 de Março que foi instalada no município na década de 70.

“A estrutura desta instituição estava em situação precária, em que os alunos chegavam a estudar em um barracão provisório. Ano passado, eu cheguei até a apresentar um ofício encaminhado pela Câmara de Vereadores do município, pessoalmente para a Seduc (Secretaria de Educação de Mato Grosso). Sempre temos que ter agilidade para atender as dificuldades existentes na área da educação, pois garante o desenvolvimento social”, posiciona Claudinei.

Veja Mais:  Deputados devem votar a PEC da reforma da Previdência na próxima semana

A distância de Canarana até a capital Cuiabá é de cerca de 650 km e conta com uma população estimada de cerca de 20 mil habitantes, conforme dados do Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE) de 2017.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Deputados se unem para combater fake news sobre voto à alíquota dos 14%

Publicado


.

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

Os deputados estaduais João Batista do Sindspen (Pros) e Delegado Claudinei (PSL) usaram suas contas nas redes sociais para combater fake news envolvendo a PEC (6/2020) que aumentou a alíquota dos aposentados de 11% para 14%. Ambos os parlamentares votaram contra o projeto, que entrou em pauta em janeiro deste ano. Na época, mesmo sob a pressão dos servidores públicos presentes durante a sessão, a matéria foi aprovada com 16 votos favoráveis e 7 contrários.

João Batista conta que tem se deparado constantemente com situações onde é preciso “desmentir” a questão da alíquota, afirmando que o mesmo está acontecendo com o colega parlamentar Delegado Claudinei.

“O momento agora é de debater as regras de transições da PEC 06/2020. Existem aqueles que tentam desconstruir a imagem do deputado que é servidor público, assim como é o meu caso e do Claudinei. Na AL lutamos pelo servidor público como um todo, e conseguimos garantir direitos, principalmente para a segurança pública. Agora, na segunda fase da tramitação, vamos tentar garantir que mais emendas sejam aprovadas”, disse João Batista.

O parlamentar Delegado Claudinei, em uma rede social, explicou sobre os estágios de tramitação no que diz respeito a Reforma da Previdência, lembrando sobre a votação que tratou da alíquota é a mais recente, que trata sobre as regras de transição, paridade e integralidade dos salários dos servidores.

Veja Mais:  Deputados se unem para combater fake news sobre voto à alíquota dos 14%

“Naquela primeira votação [sobre a alíquota] eu votei contra. Infelizmente nossos votos [os contrários] foram vencidos e agora, com a elevação de 11% para 14%, podemos ver que os servidores públicos, principalmente os aposentados e pensionistas, estão sofrendo com o desconto nos salários. Daqui para frente, até a segunda votação, vamos trabalhar novas emendas para serem incluídas na PEC [6/202]. Vamos combater as fake news e garantir o que for de direito dos servidores públicos e diminuir esse prejuízo”, comentou Claudinei em sua publicação.

 

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Segunda audiência pública para discussão da LDO 2021 será realizada nesta terça (14)

Publicado


.

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

A Assembleia Legislativa realiza na próxima terça-feira (14), às 10h, a segunda audiência pública remota para discutir o Proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) nº 503/2020. O titular da Secretaria de Estado de Fazenda de Mato Grosso, Rogério Gallo, apresentará metas, renúncias e riscos fiscais, além de fazer um panorama das despesas e receitas de 2021. 

A população pode participar da discussão à distância. As inscrições serão aceitas por ordem cronológica, sendo permitido o ingresso simultâneo de até 20 participantes. Os interessados devem encaminhar com antecedência de três dias o nome da instituição que representa, o nome completo, o e-mail e o contato telefônico para o e-mail: [email protected].

No horário do início da audiência, os parlamentares e os demais inscritos devem ingressar na plataforma de videoconferência. Os inscritos que participaram da primeira audiência, na última terça (7), não poderão estar no novo encontro, como forma de garantir a diversidade de participação popular nas discussões. 

O cidadão mato-grossense conta ainda com um canal para a sugestão de emendas ao texto da PEC, que define as prioridades e diretrizes para elaboração do orçamento do próximo ano. A população pode contribuir nas áreas de saúde, educação, segurança pública e infraestrutura, também por meio do endereço eletrônico: [email protected]

A segunda audiência para discussão da LDO é de responsabilidade da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária, presidida pelo deputado Romoaldo Júnior (MDB). 

Veja Mais:  Deputados se unem para combater fake news sobre voto à alíquota dos 14%

Será possível acompanhar o debate pelos diversos meios disponibilizados pela Assembleia Legislativa, como a Rádio Assembleia (89,5 FM), página no Facebook do Parlamento, pelo site www.al.mt.gov.br (link TVAL ao Vivo) e pela TVAL Canal 30.1. 

De acordo com o Ato 19/2020, as audiências públicas ocorrerão por meio da plataforma digital https://zoom.us/ ou equivalente, e serão conduzidas pelos presidentes das respectivas comissões permanentes. As audiências virtuais serão transmitidas da sala das Comissões Deputada Sarita Baracat, 202.

 

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana