Policial

Justiça decreta bloqueio de bens e valores contra sete suspeitos por desvio de recursos em órgãos de Cuiabá

Publicado

A medida faz parte da primeira fase da investigação realizada pela Delegacia Especializada de Combate à Corrupção

A Justiça estadual decretou o bloqueio de bens e valores, no montante de R$ 730.954,43, contra sete suspeitos de participarem de desvios de recursos das secretarias municipais de Saúde e de Gestão de Cuiabá, com a falsificação de decisões judiciais. A medida cautelar decretada pelo juiz Jean Garcia de Freitas Bezerra, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, faz parte da primeira fase da operação Palcoscènico, da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor). Também foi determinada a quebra do sigilo bancário e telefônico dos alvos para aprofundamento das investigações.

Entre os investigados pela Polícia Civil estão a ex-secretária de Saúde e de Gestão do município, a ex-secretária adjunta de Atenção Básica e o ex-procurador-geral do município.

Inquérito 

A investigação teve início com a detecção de dois pagamentos feitos pela Secretaria de Saúde de Cuiabá, com base em decisões judiciais falsificadas, em dezembro de 2020, em favor de duas pessoas que não constavam como partes nos processos indicados. Foram pagos R$  510.066,29 em valores atualizados.

Auditorias da Controladoria Geral do município de Cuiabá apontaram inúmeras irregularidades nos processos de pagamento, bem como  indícios de responsabilidade da então gestora da pasta, que ordenou, de ofício, os pagamentos, e do, à época, procurador-geral do município, que concordou com a quitação dos valores.

Veja Mais:  PRF fiscaliza jornada de trabalho de motoristas profissionais em apoio à SRT/MT

À Polícia Civil,  os dois beneficiários das contas disseram nunca ter acionado o município de Cuiabá judicialmente e que ‘‘alugaram’’ suas contas bancárias a uma advogada, mediante pagamento,  para que esta supostamente recebesse os valores do município.

A advogada foi identificada como uma servidora licenciada da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão, que à época trabalharia informalmente no gabinete da ex-secretária de Saúde e Gestão de Cuiabá. Ela informou que foi cooptada dentro da prefeitura pela ex-secretária adjunta de Atenção Básica, no final de 2018, que propôs à advogada que conseguisse as contas para os pagamentos indevidos.

Após as declarações prestadas pela advogada, a investigação apurou, até o momento, outros 22 pagamentos feitos pela Secretaria de Gestão de Cuiabá na conta dos “laranjas”, contabilizando mais R$ 220.858,14 em valores atualizados.

As investigações da Deccor continuam para chegar à totalidade do prejuízo, como funcionava a distribuição do dinheiro e outros possíveis envolvidos no esquema.

Os envolvidos são investigados por peculato e associação criminosa.

Nome da operação 

Palcoscènico é um termo italiano que serve tanto para designar o local onde uma peça teatral é apresentada, quanto a arte de interpretar.

Comentários Facebook

Policial

Irmãos são executados a tiros em frente de casa em Barra do Garças

Publicado

Os irmãos Jânio Rodrigues de França, de 37 anos, e Jalmin Rodrigues de França, 36, foram assassinados a tiros na noite dessa quinta-feira (4) em Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá. Os suspeitos do duplo homicídio ainda estão foragidos.

Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu por volta das 20h, no bairro Novo Horizonte, quando dois homens em uma motocicleta foram vistos nas proximidades, dirigindo o veículo em alta velocidade.

Os dois bandidos se aproximaram dos irmãos, que estavam em frente de casa, sentados. Os homens fizeram os disparos e, apesar de as vítimas terem tentado fugir, ainda foram atingidas.

Após o crime, os autores dos tiros fugiram e ainda estão foragidos. Vizinhos que ouviram os disparos acionaram a Polícia Militar.

O Corpo de Bombeiros também foi acionado e constatou a morte das vítimas. O local foi isolado para realização de perícia.

A Polícia Civil ainda investiga o caso.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp – Curta o nosso Facebook e siga a gente no Instagram

Comentários Facebook
Veja Mais:  Polícia Civil deflagra operação contra associação criminosa envolvida em roubos de cargas em Sinop
Continue lendo

Policial

Acidente deixa uma pessoa morta e duas em estado grave na MT-130 em Rondonópolis

Publicado

Foto: Site Leia MT

Marcília da Silva Abrantes, 34 anos, morreu vítima de um acidente automobilístico, na noite dessa quinta-feira (04.08), na MT-130, no município de Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá).

Conforme ocorrência, o motorista da caminhonete seguia sentido município de Poxoréu, quando perdeu o controle em uma curva e capotou o veículo. Além da vítima que morreu a caminho do hospital, havia mais duas pessoas. O trio foi lançado para fora do veículo.

Segundo a Polícia Civil, no interior do veículo haviam alguns recipientes de bebida alcoólica. No hospital, o condutor da caminhonete afirmou não teria ingerido álcool.

A Polícia Civil investiga o acidente.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp – Curta o nosso Facebook e siga a gente no Instagram

Comentários Facebook
Veja Mais:  Garra de Rondonópolis cumpre mandado contra suspeito de tráfico de drogas
Continue lendo

Policial

Homem é perseguido e executado crivado de balas em Rondonópolis

Publicado

Célio Morante Bezerra, 50 anos, foi morto com vários tiros na manhã desta quarta-feira (03), em uma funilaria localizada na rua Arnaldo Estevão, no bairro Jardim Guanabara, aqui em Rondonópolis

Segundas informações do proprietário da oficina, relata que , Célio tinha deixado um veículo para reparos, quando, um suspeito chegou ao local atirando contra a vítima

Ele tentou fugir correndo em direção ao escritório, porém, o suspeito o perseguiu e disparou mais tiros contra ele e em seguida fugiu.

Morante não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A equipe de Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) este no ambiente e constatou o óbito.

A Polícia Militar, Polícia Civil e Politec também estiveram no local.

A Policia Militar divulgou a ficha criminal da vítima, veja: 

2015 – PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO DE USO RESTRITO

2016 – AMEAÇA. (COBRANÇAS)

2017 – AMEAÇA. (AMEAÇOU DE MORTE O SÓCIO).

2017 – AMEAÇA. (COBRANÇA)

2018 – PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO, AMEAÇA E CONDUZIR VEICULO SOB INFLUENCIA DE ALCOOL.

Clique AQUI e entre no grupo de WhatsApp – Curta o nosso Facebook e siga a gente no Instagram

Comentários Facebook
Veja Mais:  Polícia Civil descarta 1,5 tonelada de documentos sem validade
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana