Policial

Lidiane Campos suspeita de atropelar e matar criança de 3 anos se apresentou á polícia

Publicado

Lidiane Campos, prestou depoimento na delegacia e foi liberada- Foto: Super Moura

A mulher do ex-deputado federal Adilton Sachetti (PRB-MT), Lidiane Campos, suspeita de ter atropelado e matado uma criança, de 3 anos, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, prestou depoimento nesta quarta-feira (14) na Polícia Civil.

Lidiane dirigia uma caminhonete que atingiu uma motocicleta por um casal e a criança. O acidente ocorreu na noite de domingo (11).

Estavam na moto Dayane Palmeiras dos Santos, de 35 anos, o marido dela, Marcos Souza da Costa, de 30 anos, e Daniel Augusto Costa, de 3 anos, filho de Marcos e enteado de Dayane. Eles retornavam de uma comemoração do Dia dos Pais.

Marcos teve ferimentos no pé e também já prestou depoimento. Ele diz que ainda não teve nenhuma assistência da família que teria causado o acidente. Já a madrasta está esperando para fazer duas cirurgias.

O pai e a madrasta, muito abalados e ainda se recuperando do acidente, estão em casa.

Lidiane não falou com a imprensa, mas o advogado dela, que também estava na delegacia disse que ela e o marido tentaram oferecer assistência à família.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Civil, Lidiane não prestou socorro, fugiu do local e abandonou o veículo.

Investigação

Segundo a delegada, o próximo passo será ouvir o pai da criança e outras duas testemunhas do acidente, para posteriormente ouvir a condutora.

Ela poderá ser indiciada pelo crime de homicídio culposo (quando não há intenção de matar) na direção de veículo e omissão de socorro.

O acidente

Lidiane dirigia uma Hilux SW4 que cruzou a Avenida 15 de Novembro, atingindo a moto. A caminhonete, mesmo após a batida, prosseguiu até a Rua Rosa Bororo e virou fugindo pela contramão.

Quando a polícia chegou encontrou a caminhonete na própria Avenida 15 de Novembro, local do acidente.

O automóvel foi apreendido, mas a motorista não estava no local. O casal e a criança foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Hospital Regional de Rondonópolis.

A criança não resistiu e morreu por volta de 23h. A polícia pediu exame de corpo de delito e fez a liberação.

Da redação com G1

Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil prende duas irmãs e uma amiga por tráfico de drogas em Rondonópolis

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT
 

Três jovens, entre elas duas irmãs, que comandavam um ponto de comércio de entorpecentes em Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), foram presas pela Polícia Civil do município na tarde de segunda-feira (13.07).

Além das prisões, a ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis, resultou na apreensão de drogas e dinheiro. As irmãs de 20 e 18, e a amiga de 28 anos, foram autuadas em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Durante diligências investigativas os policiais civis identificaram um endereço no bairro Padre Lothar, com indícios de funcionar como boca de fumo. Com base nos indícios as equipes passaram a monitorar o endereço.

Na tarde de segunda-feira (13) foi avistado pessoas usuárias no local, sendo imediatamente feita abordagem das suspeitas. Na casa foram apreendidas porções de maconha e pasta base de cocaína, prontas para a venda, uma munição e a quantia de aproximadamente R$ 350 oriundos do tráfico.

Diante do flagrante, as duas irmãs e a amiga, foram conduzidas para 1ª Delegacia de Polícia onde foram interrogadas pelo delegado plantonista, e autuadas pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Após a confecção dos autos, as suspeitas foram encaminhadas para Cadeia Pública Feminina, à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT
Veja Mais:  Polícia Civil e Federação dos Consegs distribuem sete toneladas de alimentos no interior e região metropolitana

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende casal e motorista de aplicativo por tráfico de drogas em Cuiabá

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Três pessoas, entre elas um casal e um motorista de aplicativo, foram presas em flagrante pela Polícia Civil, na tarde de segunda-feira (14.07), após terem seu envolvimento identificado com o tráfico de drogas em ação desencadeada pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE).

As diligências resultaram na apreensão de tabletes e várias porções de maconha, que eram comercializadas pelo casal com apoio do motorista de aplicativo.

A equipe de investigadores recebeu informações sobre um veículo tipo sedã (Volkswagen Voyage) que comercializaria certa quantidade de entorpecentes no estacionamento de um supermercado no bairro CPA I.

Diante da denúncia, os policiais da DRE diligenciaram até o local conseguiram identificar o suspeito no referido veículo, realizando assim a sua abordagem. No interior do veículo, estavam mais dois ocupantes (um homem e uma mulher), além de serem encontrados dois tabletes de maconha e mais três porções da droga dentro da bolsa da suspeita.

 

Em continuidade as diligências, os policiais seguiram para seguiram para a residência de um dos suspeitos, uma quitinete no bairro Boa Esperança (próximo a Universidade Federal), onde localizaram várias porções de maconha já prontas para serem comercializadas, além de um tablete da substância escondido dentro da geladeira.

Diante das evidências, os três suspeitos foram encaminhados para a DRE, onde após serem interrogados foram autuados em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Veja Mais:  Polícia Civil prende suspeitos de furto de caixa eletrônico de supermercado da capital

Segundo o delegado da DRE, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, o motorista de aplicativo tinha conhecimento da atividade ilícita praticada pelo casal. “Ele confessou que por várias vezes fez corrida para os suspeitos, inclusive os deixando na universidade federal para comercialização de entorpecentes”, disse o delegado. .

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende suspeitos de furto de caixa eletrônico de supermercado da capital

Publicado

Dois homens identificados como autores da tentativa de furto qualificado de um caixa eletrônico em um supermercado da Capital foram presos em flagrante nesta segunda-feira (13.07), em ação realizada pela Gerência de Combate ao Crime Organizado da Polícia Civil.

O furto ocorreu na madrugada desta segunda-feira quando os criminosos utilizado artefato explosivo tentaram subtrair valores do caixa 24 horas, localizado dentro do supermercado no bairro Jardim Califórnia. Na ação, os suspeitos não conseguiram levar o dinheiro do caixa, porém subtraíram fardos de cerveja do estabelecimento.

Assim que foi acionada, a equipe da GCCO realizou atendimento no local dos fatos e com apoio do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar retirou o artefato utilizado pelos suspeitos, que ainda estava no caixa eletrônico.

Durante as diligências, os policiais da GCCO conseguiram identificar um dos envolvidos no crime, que foi localizado em sua residência no bairro Areão. Questionado, inicialmente o suspeito negou que tivesse saído de casa durante a noite, porém com ele foi encontrado um simulacro de arma de fogo e uma sacola com as roupas utilizadas na ação criminosa.

Diante das evidências, o investigado confessou a autoria dos fatos e também identificou seu primo como comparsa no crime.  Diante da informação, os policiais foram até a casa do segundo suspeito, localizada no mesmo bairro.

Veja Mais:  Polícia Civil prende duas irmãs e uma amiga por tráfico de drogas em Rondonópolis

Ao perceber a presença da equipe, ele tentou fugir pelos fundos da casa, porém foi detido por policiais que monitoravam o local. Além das duas prisões, com um dos suspeitos foram apreendidas três chaves de veículos importados, subtraídas junto a outros objetos de uma concessionária de Cuiabá no início do mês de junho.

Segundo a delegada da GCCO, Juliana Chiquito Palhares, pelas imagens é possível perceber que ao menos três suspeitos participaram da ação criminosa, sendo realização a prisão em flagrante de dois deles e identificação do terceiro.

“Os três suspeitos ostentam passagens criminais, desta foram foi realizada a prisão em flagrante dos dois detidos pelo crime de furto qualificado pelo emprego de artefato explosivo e representado pela prisão preventiva do terceiro comparsa, ainda não localizado”, disse a delegada.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana