conecte-se conosco
Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262


Mato Grosso

Polícia Civil desarticula grupo de roubo de defensivos e recupera carga avaliada em R$ 1,2 milhão

Publicado

Uma carga de defensivos agrícolas avaliada em R$ 1,2 milhão foi recuperada em ação realizada pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Judiciária Civil, na terça-feira (08.10), em Lucas do Rio Verde (357 km ao Norte da capital).

A ação resultou na desarticulação de um grupo criminoso especializado em roubos e receptação de defensivos. Durante as diligências houve confronto entre os policiais e os criminosos. Um policial foi ferido de raspão e três integrantes da quadrilha atingidos.

Entre os suspeitos estão Johne Ribeiro da Silva, que morreu no local; Kassiano Camargo, socorrido e internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de uma unidade do município e Reinald Stephanio Arouca de Moura, preso nesta quarta-feira (09), atingido com um disparo no pé.

A equipe da GCCO já investigava a organização criminosa há algum tempo pelo envolvimento do grupo em crimes de roubo e receptação de defensivos agrícolas, no interior do estado. A Polícia Civil recebeu informações de que a quadrilha faria o transporte de uma carga roubada, na terça-feira (08), em Lucas do Rio Verde.

Com base no levantamento, equipes da GCCO coordenadas pelo delegado Frederico Murta foram até a cidade, onde após trabalho de monitoramento, flagraram cinco integrantes da organização criminosa, em via pública no bairro Parque das Emas II, fazendo o transbordo de dos produtos agrícolas de um caminhão-baú para uma caminhonete Ford Ranger.

Veja Mais:  Governo mantém suspensão das aulas e vai criar plano estratégico de retorno

No momento da abordagem policial, os criminosos reagiram à ação, efetuando disparos de arma de fogo contra as equipes, fugindo em direção aposta e ainda tentaram jogar os veículos contra os policiais. Foram efetuados disparos contra os pneus do veículo, porém, eles aceleraram ainda mais com objetivo de atingir as equipes que faziam o cerco policial.

Na troca de tiros, um policial foi atingido e dois dos suspeitos foram baleados, sendo que um deles, Johne Ribeiro da Silva, morreu no local e outro, Kassiano Camargo, foi socorrido e está na UTI.

Toda a carga de defensivos que estava com o grupo foi apreendida – são mais de 215 galões de 20 litros e 50 caixas de defensivos – totalizando 5 mil litros de agrotóxicos avaliados em aproximadamente R$ 1,2 milhão, além de um revólver calibre 38 que estava em poder dos suspeitos.

Em continuidade às diligências, policiais da GCCO e da Delegacia de Lucas do Rio Verde conseguiram prender o terceiro integrante do grupo nesta quarta-feira (09). O suspeito foi conduzido à delegacia do município, onde após ser interrogado pelo delegado Daniel Santos Nery, foi autuado em flagrante pelos crimes de receptação, associação criminosa e tentativa de homicídio tendo policiais como vítimas.

Segundo o delegado da GCCO, Frederico Murta, que coordenou as investigações, grande parte da carga recuperada foi roubada pelo grupo no dia 05 de outubro, na cidade de Itanhangá, ocasião em que 12 homens armados amarraram as vítimas e fugiram levando reféns.

Veja Mais:  Forças policiais apreendem aeronave com mais de 490 quilos de drogas

“É uma organização criminosa especializada e fortemente articulada, com vários integrantes. No decorrer das investigações o grupo poderá responder por outros crimes como a participação em diversos roubos de defensivos”, disse o delegado.

Comentários Facebook

Mato Grosso

Comando Geral reforça medidas de prevenção ao coronavírus para policiais militares

Publicado


.

A Polícia Militar e a Secretaria de Segurança Pública reforçam a prevenção ao coronavírus implantando novas medidas para evitar o aumento da contaminação de policiais. A instituição militar vai começar a testagem entre policiais e os casos com diagnóstico positivo, com sintomas e assintomáticos, serão imediatamente afastados do trabalho para não expor colegas ao risco de contaminação pela doença. Esse serviço também será estendido a outros profissionais da Segurança.

Os testes serão mais um recurso dentro do protocolo estabelecido em março deste ano, que já inclui a oferta e exigência do uso de máscaras, a higienização das viaturas e de outros ambientes de trabalho com álcool 70% e o distanciamento social. E ainda, do teletrabalho para os integrantes de grupos de riscos e do afastamento e notificação ao Comando da PM dos casos positivos, suspeitos e de quem teve contato com os contaminados. 

Desde o início da crise da pandemia, a PMMT monitora e acompanha diariamente os registros e a assistência oferecida aos policiais com a Covid-19. Esse sistema registra atualmente 41 casos positivos para a doença, 132 afastamentos e 54 descartados, ou seja, que deram negativo. No total, 186 PMs estão sob acompanhamento da Diretoria de Saúde (DSAU) da PMMT, da Coordenadoria de Assistência Social (CAS) e dos comandos regionais.

Dos 41 casos confirmados, seis policiais estão internados, sendo cinco em UTI e um em leito de enfermaria, quatro já estão recuperados e os demais cumprindo a quarentena.

Veja Mais:  Comando Geral reforça medidas de prevenção ao coronavírus aos policiais militares

Medidas de prevenção

A PM já distribuiu entre os policiais militares quase 20 mil máscaras, uma média de três para cada policial, além de álcool 70% em quantidade suficiente, já que é a instituição militar é quem faz o envasamento do produto que serve aos órgãos públicos e dezenas de entidades no Estado. Também, por meio dos comandos regionais, em parcerias com o Corpo de Bombeiros e empresas vem realizando a desinfecção de viaturas e quartéis com casos confirmados, suspeita da Covid-19 ou mesmo preventivamente.

Já no Quartel do Comando Geral (QCG), em Cuiabá, foi instalado um serviço de recepção aos policiais e visitantes com medição da temperatura corporal, higienização das mãos com álcool e limpeza dos calçados em um tapete com produto de desinfecção.

O comandante-geral da corporação, coronel Jonildo José de Assis, destaca que todas as medidas protocolares exigidas foram adotadas e agora estão sendo reforçadas com o objetivo de fazer com que a Covid-19 impacte o mínimo possível a tropa e os serviços prestados à população.

Assis observa que em um universo de 7.100 profissionais, como é o quadro da PMMT, comparativamente o número de casos positivos está em níveis aceitáveis. O comandante lembra que são os policiais militares que estão diariamente na linha de frente do combate à criminalidade e da fiscalização das medidas de restrição e prevenção ao coronavírus.

Veja Mais:  MT Hemocentro destaca importância da doação para tratamento de anemia e leucemia

“O que estamos fazendo é buscar e implantar ações que possam reduzir ao máximo esses riscos e fazer com que o número de policiais acometidos pela Covid-19 seja o menor possível”, completa.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Comando Geral reforça medidas de prevenção ao coronavírus aos policiais militares

Publicado


.

A Polícia Militar e a Secretaria de Segurança Pública reforçam a prevenção ao coronavírus implantando novas medidas para evitar o aumento da contaminação de policiais. A instituição militar vai começar a testagem entre policiais e os casos com diagnóstico positivo, com sintomas e assintomáticos, serão imediatamente afastados do trabalho para não expor colegas ao risco de contaminação pela doença. Esse serviço também será estendido a outros profissionais da Segurança.

Os testes serão mais um recurso dentro do protocolo estabelecido em março deste ano, que já inclui a oferta e exigência do uso de máscaras, a higienização das viaturas e de outros ambientes de trabalho com álcool 70% e o distanciamento social. E ainda, do teletrabalho para os integrantes de grupos de riscos e do afastamento e notificação ao Comando da PM dos casos positivos, suspeitos e de quem teve contato com os contaminados. 

Desde o início da crise da pandemia, a PMMT monitora e acompanha diariamente os registros e a assistência oferecida aos policiais com a Covid-19. Esse sistema registra atualmente 41 casos positivos para a doença, 132 afastamentos e 54 descartados, ou seja, que deram negativo. No total, 186 PMs estão sob acompanhamento da Diretoria de Saúde (DSAU) da PMMT, da Coordenadoria de Assistência Social (CAS) e dos comandos regionais.

Dos 41 casos confirmados, seis policiais estão internados, sendo cinco em UTI e um em leito de enfermaria, quatro já estão recuperados e os demais cumprindo a quarentena.

Veja Mais:  Comando Geral reforça medidas de prevenção ao coronavírus entre policiais militares

Medidas de prevenção

A PM já distribuiu entre os policiais militares quase 20 mil máscaras, uma média de três para cada policial, além de álcool 70% em quantidade suficiente, já que é a instituição militar é quem faz o envasamento do produto que serve aos órgãos públicos e dezenas de entidades no Estado. Também, por meio dos comandos regionais, em parcerias com o Corpo de Bombeiros e empresas vem realizando a desinfecção de viaturas e quartéis com casos confirmados, suspeita da Covid-19 ou mesmo preventivamente.

Já no Quartel do Comando Geral (QCG), em Cuiabá, foi instalado um serviço de recepção aos policiais e visitantes com medição da temperatura corporal, higienização das mãos com álcool e limpeza dos calçados em um tapete com produto de desinfecção.

O comandante-geral da corporação, coronel Jonildo José de Assis, destaca que todas as medidas protocolares exigidas foram adotadas e agora estão sendo reforçadas com o objetivo de fazer com que a Covid-19 impacte o mínimo possível a tropa e os serviços prestados à população.

Assis observa que em um universo de 7.100 profissionais, como é o quadro da PMMT, comparativamente o número de casos positivos está em níveis aceitáveis. O comandante lembra que são os policiais militares que estão diariamente na linha de frente do combate à criminalidade e da fiscalização das medidas de restrição e prevenção ao coronavírus.

Veja Mais:  MT Hemocentro destaca importância da doação para tratamento de anemia e leucemia

“O que estamos fazendo é buscar e implantar ações que possam reduzir ao máximo esses riscos e fazer com que o número de policiais acometidos pela Covid-19 seja o menor possível”, completa.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Comando Geral reforça medidas de prevenção ao coronavírus entre policiais militares

Publicado


.

A Polícia Militar e a Secretaria de Segurança Pública reforçam a prevenção ao coronavírus implantando novas medidas para evitar o aumento da contaminação de policiais. A instituição militar vai começar a testagem entre policiais e os casos com diagnóstico positivo, com sintomas e assintomáticos, serão imediatamente afastados do trabalho para não expor colegas ao risco de contaminação pela doença. Esse serviço também será estendido a outros profissionais da Segurança.

Os testes serão mais um recurso dentro do protocolo estabelecido em março deste ano, que já inclui a oferta e exigência do uso de máscaras, a higienização das viaturas e de outros ambientes de trabalho com álcool 70% e o distanciamento social. E ainda, do teletrabalho para os integrantes de grupos de riscos e do afastamento e notificação ao Comando da PM dos casos positivos, suspeitos e de quem teve contato com os contaminados. 

Desde o início da crise da pandemia, a PMMT monitora e acompanha diariamente os registros e a assistência oferecida aos policiais com a Covid-19. Esse sistema registra atualmente 41 casos positivos para a doença, 132 afastamentos e 54 descartados, ou seja, que deram negativo. No total, 186 PMs estão sob acompanhamento da Diretoria de Saúde (DSAU) da PMMT, da Coordenadoria de Assistência Social (CAS) e dos comandos regionais.

Dos 41 casos confirmados, seis policiais estão internados, sendo cinco em UTI e um em leito de enfermaria, quatro já estão recuperados e os demais cumprindo a quarentena.

Veja Mais:  Governo mantém suspensão das aulas e vai criar plano estratégico de retorno

Medidas de prevenção

A PM já distribuiu entre os policiais militares quase 20 mil máscaras, uma média de três para cada policial, além de álcool 70% em quantidade suficiente, já que é a instituição militar é quem faz o envasamento do produto que serve aos órgãos públicos e dezenas de entidades no Estado. Também, por meio dos comandos regionais, em parcerias com o Corpo de Bombeiros e empresas vem realizando a desinfecção de viaturas e quartéis com casos confirmados, suspeita da Covid-19 ou mesmo preventivamente.

Já no Quartel do Comando Geral (QCG), em Cuiabá, foi instalado um serviço de recepção aos policiais e visitantes com medição da temperatura corporal, higienização das mãos com álcool e limpeza dos calçados em um tapete com produto de desinfecção.

O comandante-geral da corporação, coronel Jonildo José de Assis, destaca que todas as medidas protocolares exigidas foram adotadas e agora estão sendo reforçadas com o objetivo de fazer com que a Covid-19 impacte o mínimo possível a tropa e os serviços prestados à população.

Assis observa que em um universo de 7.100 profissionais, como é o quadro da PMMT, comparativamente o número de casos positivos está em níveis aceitáveis. O comandante lembra que são os policiais militares que estão diariamente na linha de frente do combate à criminalidade e da fiscalização das medidas de restrição e prevenção ao coronavírus.

Veja Mais:  Sexta-feira (05): Mato Grosso registra 3.568 casos confirmados e 91 óbitos por Covid-19

“O que estamos fazendo é buscar e implantar ações que possam reduzir ao máximo esses riscos e fazer com que o número de policiais acometidos pela Covid-19 seja o menor possível”, completa.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana