Policial

Policiais recebem fuzis para reforçar investigações na fronteira

Publicado

Foto: Assessoria

Os policiais da Delegacia Especializada de Fronteira (Defron) receberam dois fuzis para melhorar as investigações e ações na região de fronteira. Mais leves e modernos, os fuzis IA2 – 5,56, de fabricação nacional, fazem parte do armamento adquirido pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), com recursos da Estratégia de Segurança Pública nas Fronteiras (Enafron).

A delegada titular da Defron, Cinthia Cupido, afirma que a aquisição será muito útil para o processo de investigação realizado pela delegacia. “Ficamos muito felizes em receber esses fuzis, pois para trabalhar na fronteira precisamos estar cada vez mais preparados. Esse armamento irá nos auxiliar no trabalho conjunto, que é o combate à criminalidade”.

Para o diretor do Interior da Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), Wladimir Fransosi, o trabalho integrado entre as forças de segurança que hoje é proposto pelo governo federal já faz parte da realidade de Mato Grosso e tem dado bons frutos. “Nós já trabalhávamos com essa integração antes mesmo desse incentivo federal. É bom que o olhar se volte para a fronteira, que é uma área sensível para a segurança pública por causa do tráfico de drogas e ilícitos transacionais”.

Em breve os policiais que atuam no Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e que realizam patrulhas e investigações na região de fronteira também receberão fuzis. O coordenador do Gefron, tenente-coronel PM José Nildo de Oliveira, afirma que o reforço de armamentos mais modernos é fundamental para a continuidade do trabalho realizado em conjunto com as outras forças de segurança.

Veja Mais:  Campanha Policiais Contra o Câncer Infantil é realizado pela PRF e parceiros em Mato Grosso

O secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia, enfatizou a importância da integração das forças e também lembrou dos avanços no combate ao tráfico e outros crimes na região de fronteira. “As operações integradas têm obtido ótimos resultados e conseguimos expandir esse trabalho com a parceria com a Polícia Federal e o Exército Brasileiro. A Defron e o Gefron são essenciais no enfrentamento à criminalidade no estado e precisam ser fortalecidos”.

Comentários Facebook

Policial

Quadrilha é presa com simulacro de fuzil, pistola e drogas em Várzea Grande

Publicado

Policiais militares do 6º Batalhão prenderam três homens e uma mulher por trafíco ilícito de drogas e associação ao tráfico no bairro Ouro Verde, em Várzea Grande.

Durante ação criminosa, os militares apreenderam dois airsoft, sendo um de fuzil e outro de pistola, 25 porções de pasta base de cocaína, mais de R$ 800 e diversos materiais.

Segundo informações do boletim de ocorrência, durante patrulhamento pela região, os policiais foram acionados, no último sábado (25.06), de que havia um grupo, em um veículo Corola, branco, fornecendo entorpecentes pela região e que um deles era monitorado por meio de tornozeleira eletrônica e portava uma arma de fogo.

Diante das características do grupo, os policiais rapidamente conseguiram identificá-los em uma rua vicinal, em frente a uma residência entregando uma mochila de cor preta. 

Durante varredura, os policias encontraram na mochila um simulacro de fuzil e uma porção de substância análoga à cocaína. Já no interior de casa, a polícia encontrou um simulacro de pistola, diversas porções de entorpecentes, materiais para embalagem e R$ 847 em espécie. 

Os suspeitos e os materiais apreendidos foram encaminhados à delegacia para registro do boletim de ocorrência e demais providências que o caso requer. 

Disque-denúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Veja Mais:  Jovem condenada por tráfico de drogas em MS é presa em Rondonópolis
Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Militar prende suspeito por homicídio em Poconé

Publicado

Policiais militares da 6º Companhia Independente prenderam neste domingo (26.06), um homem, de 37 anos, por homicídio, no bairro Bom Pastor, no município de Poconé (105 km de Cuiabá). Os militares apreenderam um revólver calibre 38 e seis munições.

Conforme informações do boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada, via rádio patrulha, para se deslocar até a rua Pinheiro Machado para atender o chamado. 

Os policiais identificaram uma mulher, de 33 anos, que havia sido executada por três disparos de arma de fogo. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) já havia sido acionado por testemunhas.

A Polícia Militar recebeu informações do paradeiro do suspeito do crime. Rapidamente os militares se deslocaram até a casa do suspeito. 

Com ele, os policiais apreenderam um revólver calibre 38 e seis munições, sendo quatro deflagradas e duas intactas.  O homem foi encaminhado à delegacia para registro do boletim de ocorrência e demais providências que o caso requer. 

Disque-denúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Veja Mais:  Polícia Civil prende estelionatário por falsa comunicação de crime em Jaciara
Continue lendo

Policial

Projeto social da PM em Tangará da Serra leva inclusão e cidadania através do esporte

Publicado

Há mais de quatro anos, o 19º Batalhão da Polícia Militar, sediado em Tangará da Serra, tem se aproximado da comunidade e colocado crianças e jovens no caminho do esporte por meio do projeto social “Judô Tatame”, que ensina as práticas do judô e jiu-jitsu. As aulas são ministradas pelos próprios policiais militares da unidade e se destacam em incluir pessoas com diversas necessidades especiais.

O projeto iniciou de maneira simples, com poucos equipamentos e uniformes. Quando foi transferido para o batalhão, recebeu doações de kimonos e logo a quantidade de estudantes foi crescendo. Atualmente, atende aproximadamente 308 alunos, sendo crianças de 4 a 11 anos, adolescentes de 12 a 16 anos e adultos.  

Alguns dos destaques do projeto são os estudantes Alex Gonzaga Santos de 13 anos, medalha de prata do estadual de jiu – jitsu de 2022 e Carolina Vitória da Silva, 13 anos, medalhista de Ouro na Copa Tangará de Jiu Jitsu.

Conforme um dos coordenadores, sargento Da Silva, um dos motivos do resultado satisfatório é a didática que agrega pessoas com necessidades diferentes.

“A iniciativa foi trazida para o batalhão para atender a todos, sem distinção econômica. Os pais viram uma oportunidade de intensificar e melhorar a disciplina das crianças com a participação nas aulas. Para elas, nós reforçamos o respeito e o trabalho em equipe. Para o adolescente e o adulto nós trabalhamos o comprometimento e a responsabilidade, e vemos que o resultado é satisfatório”, afirma o sargento.

Veja Mais:  Fetran inicia em Campo Verde com 20 espetáculos

Segundo o tenente-coronel Vanilson da Silva Moraes, comandante do 19º Batalhão da PM, a iniciativa é muito importante e só tende a crescer, visto os bons resultados.

“Logo teremos um novo polo na Vila Operária, onde há uma base comunitária da PM. Já temos a emenda e entregamos todo o projeto necessário para a construção do local. Estamos confiantes que esse projeto só vai crescer e continuar mudando a vida das pessoas”, pontua o comandante.

As aulas do projeto acontecem às segundas, quartas e sexta-feiras em horários diversificados, na sede do 19º Batalhão. Em todo o momento, novos alunos podem se inscrever e começarem a praticar as lutas.

(Sob supervisão de Hallef Oliveira)

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

ALMT – Campanha Fake News II

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana