Cidades

Participantes do Seminário Educação Étnico-racial defendem a Escola Inclusiva

Publicado

As Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana e a Interculturalidade e as Implicações Curriculares para a parte Diversificada na Perspectiva da Base Nacional foram os temas do Seminário Educação Étnico-racial – Perspectiva Inclusiva, Diversificada e Intercultural na manhã desta quinta-feira (22). O evento, uma iniciativa do Ministério da Educação, promovido pela Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Educação, reúne até sexta-feira (23), no Hotel Fazenda Mato Grosso, profissionais da Educação de 40 municípios do interior do Estado e da capital para discutir temas ligados aos direitos humanos e educação inclusiva.

Na noite de ontem (21), durante a abertura da formação, a secretária-adjunta, Edilene Machado, representando o secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira Passos falou sobre o evento, que tem como objetivo discutir a Educação Inclusiva como direito de todas as pessoas, com respeito a individualidade, que flexibilizem as práticas pedagógicas eliminando as barreiras, arquitetônicas, digitais, metodológicas e atitudinais.

“A escola inclusiva é aquela que discute todas as diferenças. Nós precisamos conhecer e trazer essas diferenças para as nossas unidades. Todos têm direito à Educação. Hoje em Cuiabá atendemos de zero a 14 anos e a Educação de Jovens e Adultos (EJA), que não tem uma limitação de idade. Por isso que na nossa política educacional, a Escola Cuiabana, trabalhamos com ciclos de vida começando na primeira infância, de zero a três anos até o adulto e idoso. A importância maior dessa formação é que reconhecemos a questão étnico-racial com todas as suas etnias e diversidades. Esse seminário vem enriquecer a parte diversificada do nosso currículo, dentro da Escola Cuiabana, com a participação dos profissionais de toda a rede, consolidando essa proposta  e, acredito que os profissionais vão levar várias experiências que poderão ser implantas nos seus municípios”, disse.

Veja Mais:  Prefeitura de Campo Verde adquire escavadeira hidráulica para o aterro sanitário

No período da tarde, a palestra será ministrada pelo Prof. Me. Felix Adugoenau, que falará sobre o tema Inclusão, Diversidade e Pluralidade Cultural: novos olhares, novas práticas e narrativas indígenas.

Logo depois acontece a conferência Educação das Relações Étnico-raciais e a Formação do Professor, com o Prof. Me. Carlos Alberto Caetano, e a mesa redonda sobre Memória e Esquecimento Social no Contexto da Educação Inclusiva, com a Profª. Drª. Karen Welmer e o Prof. Me. Rogério da Silva Melo.

Participaram da solenidade de abertura do seminário, o presidente do Conselho Municipal de Educação de Cuiabá, Luiz Jorge, a secretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer do município de Nova Olímpia, Debora Ferreira, o conselheiro Escolar Indígena, Filadelfio de Oliveira, do Povo Umutima, representando as instituições étnico-raciais e culturais, a presidente do Conselho Municipal dos Idosos,  Ayr Guimaraes, a diretora geral de Gestão Educacional, Mabel Strobel e a diretora de Ensino da Secretaria de Educação, Zileide Lucinda dos Santos.

 

Cidades

Prefeitura de Campo Verde adquire escavadeira hidráulica para o aterro sanitário

Publicado


.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente de Campo Verde receberá na próxima semana, uma escavadeira hidráulica que será utilizada exclusivamente no Aterro Sanitário.

A máquina, uma JBC, modelo JS220LC, que já está no pátio da empresas vencedora da licitação, em Campo Verde, foi adquirida com recursos repassados pelo Ministério do Meio Ambiente através do Programa Lixão Zero, que faz parte da Agenda Nacional de Qualidade Ambiental Urbana.

A nova escavadeira, de acordo com o coordenador do Aterro, Airton Cervieri, vai otimizar  será utilizada na abertura de novas valas para depósito de material e na movimentação dos resíduos.

Inaugurado em 2018, o aterro sanitário é modelo na gestão de resíduos sólidos e recebe diariamente um média de 36 toneladas de lixo doméstico. Todo o material reciclável é separado por associados da Cooperativa de Trabalho de Manejo e Reciclagem de Resíduos Sólidos (Cotramar) e vendido posteriormente, garantindo dessa forma emprego e renda para 13 pessoas.

A Administração Municipal de Campo Verde teve o apoio da empresa G. I. Z, ligada ao governo da Alemanha, que colaborou no projeto elaborado pelo engenheiro sanitarista da SEDAM/CV, Rubens Anunciação Júnior, e que garantiu a liberação de R$ 3,8 milhões para serem utilizados na compra de máquinas, caminhões e equipamentos para o Aterro Sanitário e para a Cotramar.

De acordo com a Prefeitura, do total liberado para o Município, R$ 2,5 milhões já foram licitados para a compra de uma pá-carregadeira, um caminhão basculante, um trator de esteira, contentores com capacidade para 2,5 mil litros, composteiras domiciliares, tambores plásticos, lixeiras em madeira plástica, esteira de triagem, climatizador evaporativo, esteira de alimentação, esteira de triagem e grua para movimentação.  Ainda será licitada a aquisição de uma empilhadeira, um caminhão compactador e um caminhão baú, investimento previsto de R$ 1,07 milhão.

Fonte: AMM

Veja Mais:  Brigadistas da Defesa Civil atuam no combate à queimada na Estrada da Guia

Continue lendo

Cidades

CRAS de Gaúcha do Norte lança campanha Agosto Lilás

Publicado


.

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Gaúcha do Norte lançou a campanha Agosto Lilás, mês dedicado à conscientização pelo fim da violência contra a mulher.

Devido a pandemia, o tema está sendo trabalhado virtualmente. Fotos com o X Vermelho na mão e vídeos com falas e encenações foram produzidos para sensibilizar a sociedade, divulgar a lei Maria da Pena e incentivar as mulheres a denunciar atos de violência.

Lei Maria da Penha

A Lei Maria da Penha, sancionada em 7 de agosto de 2006, surgiu da necessidade de inibir os casos de violência doméstica no Brasil. O nome foi escolhido em homenagem à farmacêutica cearense Maria da Penha Maia Fernandes, que sofreu agressões do ex-marido por 23 anos e ficou paraplégica após uma tentativa de assassinato. O julgamento de seu caso demorou justamente por falta de uma legislação que atendesse claramente os crimes contra a mulher. Hoje, a lei 11.340/2006 considera o crime de violência doméstica e familiar contra a mulher como sendo “qualquer ação ou omissão baseada no gênero que lhe cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial”.

DENÚNCIA

Em qualquer circunstância a violência deve ser denunciada e isso pode ser feito em delegacias ou pelo número 180. Mesmo que a vítima não realize a ocorrência, os parentes ou vizinhos podem fazê-la.

Em Gaúcha do Norte, casos de violência contra a mulher podem ser denunciados à Polícia Militar, através do telefone (66) 98448-1966.

Fonte: AMM

Veja Mais:  Biblioteca Municipal recebe doação de acervo com mais de 270 obras literárias

Continue lendo

Cidades

Entrega de 7,5 km de pavimentação realiza sonho de mais de 22 anos de moradores do Real Parque

Publicado


.

Implantado pela Prefeitura de Cuiabá com a missão de transformar a realidade vivida em diversas comunidades da Capital, o programa Minha Rua Asfaltada teve mais uma obra concluída. Desta vez, os moradores do bairro Real Parque, localizado na região Sul, foram os beneficiados com a melhoria na infraestrutura viária. No local, toda poeira e lamaçal enfrentados há anos pela população deu lugar à vias totalmente pavimentadas. 

A obra foi entregue nesta quarta-feira pelo prefeito Emanuel Pinheiro, em companhia do secretário de Obras Públicas, Vanderlúcio Rodrigues, e do vereador Justino Malheiros. No total, o projeto as mais de 20 ruas, resultando em 7,5 quilômetros de rede de drenagem de águas pluviais, pavimentação e meio-fio. O bairro ainda recebe a construção de todo calçamento que, neste momento, encontra-se com 40% do trabalho executado. 

“Tenho uma história muito bacana com esse bairro, especialmente por minha relação com professor Waldir Xavier. Há 10 anos, quando eu ainda era deputado estadual, o professor me procurou solicitando o asfalto. Trabalhamos, fiz emendas, mas o projeto não saiu. Agora, como prefeito da minha cidade, estou aqui realizando esse sonho. Uma obra de qualidade, como é padrão da nossa gestão”, contou o prefeito Emanuel Pinheiro. 

Para execução da obra, foi investido o montante equivalente a R$ 5.573.525,99, oriundos da Fonte 100 do Município. “É mais uma obra que atesta a gestão responsável que vem sendo desenvolvida em Cuiabá. Poucas cidades possuem essa capacidade para fazer tanto investimentos em infraestrutura como estamos fazendo”, destacou o secretário de Obras Públicas, Vanderlúcio Rodrigues. 

Morador do Real Parque há 22 anos e um dos principais representantes da luta pela pavimentação do bairro, o professor Waldir Xavier ressaltou que, muito além da mudança do visual das vias, o asfalto representa saúde e respeito aos moradores da comunidade. Segundo ele, ao ver as senhoras fazendo caminhada e as crianças brincando nas ruas pavimentadas, sente a sensação de um sonho realizado. 

“Quando o prefeito Emanuel Pinheiro assumiu esse compromisso acreditei que dessa vez iria acontecer e hoje isso se confirmou. Agora, ando de cabeça erguida e coração aberto, pois valeu a pena acreditar. Temos uma gratidão enorme com o prefeito, que foi quem falou e realmente fez. Eu sempre pedi respeito ao nosso povo e Emanuel respeitou. Muitos passaram por aqui e prometeram, mas quem cumpriu foi ele”, comemorou o professor. 

O vereador Justino Malheiros relatou que, ao ver a emoção dos moradores com a pavimentação, a sensação que fica é a de dever cumprido. “É de extrema satisfação poder ver uma luta que começamos em 2014 transformar em realidade. O professor Waldir sempre esteve conosco reivindicando. Onde mal era possível transitar, onde a poeira gerava problemas respiratórios, hoje é possível ver uma mudança completa”, disse o parlamentar.  

Fonte: AMM

Veja Mais:  CRAS de Gaúcha do Norte lança campanha Agosto Lilás

Continue lendo

Câmara Municipal de Rondonópolis

Rondonópolis

Polícia

Esportes

Famosos

Mais Lidas da Semana